Presidente Michel Temer com Antônio Imbassahy, em cerimônia de posse no Palácio do Planalto – Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Presidente Michel Temer com Antônio Imbassahy, em cerimônia de posse no Palácio do Planalto – Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), enviou uma carta ao presidente Michel Temer nesta sexta-feira (8) em que renuncia ao cargo na articulação política.

Segundo a nota, o agora deputado afirma que continuará “contribuindo com a gestão” dentro da Câmara.

“Fazer parte do seu governo foi, para mim, uma honra. Atuar na articulação política em um período de radicalização pós-impeachment, com uma grande fragmentação partidária, em meio a enormes dificuldades econômicas e fiscais, representou um grande desafio para mim. Tenacidade e obstinação não lhe faltaram. Driblou crises e dificuldades sempre valorizando e robustecendo as nossas instituições”, escreveu o ex-ministro no documento.

O movimento de Imbassahy ocorre um dia antes da Convenção Nacional do PSDB, em que deve ser oficializada a saída do partido da base do governo Temer.

Recentemente, chegou a circular a notícia de que o presidente havia removido o representante tucano para colocar, em seu lugar, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) – que agora deve assumir o posto na Secretaria de Governo.

Da AnsaFlash