Ministra Cármen Lúcia encerra Semana Jurídica da UNIGRAN com palestra sobre liberdade de expressão em tempos de redes sociais

A participação da ministra Cármen Lúcia ocorreu de maneira on-line – Reprodução

Encerrando a XLII Semana Jurídica de Direito da UNIGRAN, a ministra do Supremo Tribunal Federal – STF, Cármen Lúcia, ministrou a palestra ‘A liberdade de expressão em tempos de redes sociais’. O encontro, que aconteceu de maneira on-line, também celebrou os 45 anos do curso.

A ministra iniciou a sua fala agradecendo o convite da Faculdade de Direito, através do diretor Renato de Aguiar Pereira Lima, e ressaltou a importância das semanas jurídicas para as Instituições de Ensino Superior. “É um espaço de reflexão e de ideias que, cada vez mais, nós precisamos dispor, trocar, para amadurecer as experiências brasileiras”, apontou.

Durante a palestra, Carmen Lúcia pontuou sobre democracia e liberdade, liberdade de expressão e o direito constitucional e, por fim, culminando na liberdade de expressão em tempos de redes sociais.

Ainda na temática apresentada, a ministra exaltou a democracia brasileira, afirmando que é o “único espaço que nos permite o exercício da liberdade para que a gente cumpra a vocação que todos nós temos, cada um com sua própria identidade”. Ainda completou dizendo que a democracia garante que a sociedade possa se reconstruir, se transformar, se aprimorar, em benefício de todos os cidadãos.

Por fim, Carmen Lúcia assumiu os benefícios das redes sociais para a geração, porém frisou que os problemas não são elas, mas como são utilizadas, gerando, por exemplo, as fake news. “A tecnologia por si não é nociva, o que é nocivo é o mau uso, o que pode gerar grandes e perversas consequências”, destacou.

O diretor da Faculdade de Direito da UNIGRAN agradeceu a presença da ministra para a finalização da semana acadêmica, exaltando seu papel no sistema jurídico brasileiro.  “Fomos especialmente agraciados pela palestra ministra, pois trata de um tema atual e instigante”, apontou. “A ministra tem sido uma voz forte e poderosa em defesa dos valores basilares que sustentam a nossa Constituição Federal, como a democracia, dignidade da pessoa humana e as liberdades fundamentais”, completou Renato de Aguiar.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.