Milhares evacuam Florida com chegada de furacão Irma

Furacão perdeu força, mas ainda tem potencial devastador - Foto: EPA
Furacão perdeu força, mas ainda tem potencial devastador – Foto: EPA

Furacão perdeu força, mas ainda tem potencial devastador

O furacão Irma foi rebaixado à categoria 4 nesta sexta-feira (8), após atingir o Caribe com potência máxima e deixar um rastro de destruição. Especialistas do Centro Nacional de Furacões (NCH) dos Estados Unidos apontam que o fenômeno está perdendo força e deve virar uma tempestade tropical. Mesmo assim, caminha rumo à Florida e deve atingir o estado norte-americano no fim de semana, provocando danos e tempestades.

Cuba começou a sentir hoje os primeiros efeitos do furacão, com ventos de 240 km/h. Já as ilhas de Saint-Martin e Saint Barthélémy contabilizaram nove mortes provocadas pela passagem do Irma, além de sete desaparecidos e 112 feridos.

Nos últimos dias, outras regiões do Caribe, como Porto Rico, também foram atingidas. Mas os EUA temem um grande impacto do Irma em Miami, poucos dias depois do furação Harvey destruir o estado do Texas.

“A cidade está em uma das piores posições possíveis”, alertaram os meteorologistas. Milhares de pessoas já estão evacuando Miami e outras zonas do sul da Florida.

Companhias aéreas, como a italiana Alitalia, anunciaram o cancelamento de voos para o Caribe e para Miami no fim de semana.

Outro furacão, o José, também se formou no Oceano Atlântico e atravessa o Caribe.

Da AnsaFlash