Meio Ambiente e Coronavírus, por Rosa Floriano

Rosa Floriano é colunista do AGORAMS, na área Ambiental – Divulgação

Tenho estado atenta aos números oficiais e dessa minha mais recente análise percebi que de janeiro a abril de deste ano foi registrado um aumento de 40% nos focos de queimadas na região do Pantanal, no lado nosso do Mato Grosso do Sul, em relação ao mesmo período do ano passado. Apenas em abril, foram contabilizados mais de 360 focos de incêndio.

Agora neste mês, para se ter uma ideia, nos primeiros seis dias de maio, a cidade de Corumbá, divisa com a Bolívia, teve 65 focos de incêndios, sendo a maioria em local de difícil acesso no Pantanal.

Semana passada, a cidade contabilizou 13 focos, um a menos que Poconé-MT, que teve 14 focos. A chuva que caiu na região do Pantanal, dias atrás,  não foi suficiente para apagar os focos de queimadas, isso me preocupa pois já projeta-se para o próximo fim de semana uma queda brusca de temperatura, provavelmente no sábado (23), a temperatura mínima prevista seja de 8º C em nosso Estado.

Quero lembrar, que a fumaça que fica suspensa, deixa num dia frio e seco, o nosso corpo humano mais debilitado, libera processos alérgicos, aumenta a falta de ar, provoca tosse, irrita os brônquios e a traqueia, deixando-o mais propício a esses tipos de infecções. Isso pode levar a causar distúrbios respiratórios e exacerbar em quem possui alguma predisposição, podendo ainda acarretar até um enfisema pulmonar.

Idosos, crianças e pessoas com doenças crônicas têm maiores chances de serem atingidos por essa situação das partículas inaladas por meio da fumaça que podem irritar as vias áreas da parte superior – olhos e nariz –, aumentando a secreção. Ou seja, os vírus e bactérias têm onde ficar e se instalar.

Além disso, no ano passado, muitas áreas com populações extrativistas foram perdidas, em um período de produção de frutos nativos. Muita queima também de polinizadores, de animais, problemas respiratórios em indivíduos das comunidades, enfim, impactos econômicos incalculáveis. É o alerta que deixo registrado.