Uma megaoperação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas, denominada “Ostentação”, apreendeu cinco veículos de luxo e prendeu 18 pessoas na manhã de hoje (27), em Campo Grande. Segundo a polícia, os presos lideram duas organizações criminosas responsáveis por fornecer drogas para vários estados do Brasil e até outros países, como a Espanha. As informações são do portal Correio do Estado.

De acordo com o delegado Cleverson Alves dos Santos, da Denar (Delegacia Especializada na Repressão ao Narcotráfico), a investigação começou há oito meses. “Geralmente nós prendemos quem põe a mão na massa, mas depois de meses dessa investigação, de reunir informações, conseguimos fechar quem realmente comanda o tráfico, gente que nem coloca a mão na droga, mas são os principais cabeças da organização”, explicou.

Segundo o delegado, com os mandados em mãos, cerca de 60 policiais de 17 delegacias, vasculham residências e comércios em vários pontos da cidade. Um dos endereços visitados foi uma boate na Rua 26 de agosto, próximo a Bandeirantes. A polícia não revelou detalhes sobre prisões ou apreensões no local.

Hoje a polícia cumpre 20 de mandados de prisão e cerca de 40 de busca e apreensão, somente em Campo Grande.  Até o fechamento desta reportagem, 18 pessoas, sendo metade mulheres, haviam sido presas.

Entre as apreensões estão duas armas de fogo, sendo uma pistola e um revólver de calibres não informados, além de cerca de R$ 1 milhão em veículos, entre eles um Camaro, duas BMW, Corola, SUW, e um i30.

Ainda segundo o delegado, a polícia solicitou o bloqueio de contas dos suspeitos, que costumam ostentar a riqueza que conquistam por meio do crime. A operação, que começou por volta das 5h, continua até que sejam cumpridos todos os mandados.