A médica anestesiologista Beatriz Maegawa Oliveira precisa de doação de sangue B+. Internada no Hospital Unimed Campo Grande, a doutora tem uma doença hematológica e necessita de doação de sangue.

Para doar sangue é preciso ter um documento oficial com foto, como carteira de identidade e de motorista. Os doadores precisam ter entre 16 e 69 anos segundo a nova lei da doação de sangue aprovada em 2013.

Há uma ressalva para quem tem 16 e 17 anos: o menor de idade tem que estar acompanhado de pai ou mãe ou responsável legal, ou então pode retirar na unidade de doação um modelo de declaração, levar para mãe ou pai ou responsável legal assinar e então reconhecer firma desta assinatura. Caso o menor de idade seja emancipado pode vir doar sozinho trazendo o documento de emancipação. Se for casado traz a certidão de casamento que já é suficiente para a liberação. Também é importante lembrar que a primeira doação somente pode ser feita até 60 anos. Acima desta idade, apenas para quem já é doador de sangue.

Peso: Embora a nova lei permita a doação de pessoas abaixo de 50 Kg, a Rede Hemosul de Mato Grosso do Sul reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador.

Intervalo de doação: Homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses. Após os 60 anos tanto homens como mulheres devem obedecer ao intervalo mínimo de seis meses.

Doenças que impedem a doação: doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

Medicamentos: Alguns medicamentos impedem a doação. Portanto fale para o profissional de saúde que for lhe entrevistar os remédios que está utilizando.

Vacinas: As vacinas impedem temporariamente a sua doação. Por isso, aproveite para doar sangue antes de tomar a dose de vacina.

Alimentação: O doador precisa estar bem alimentado para doar sangue. Como muitos pensam não se pode doar sangue em jejum. É recomendado que se alimente bem, porém, de forma saudável.