Maycon Modenez trabalha em sua oficina e nas horas vagas anima festas de aniversários e de casamentos, bailes e em bares e lanchonetes – Foto: Waldemar Gonçalves – Russo

Fazer da música um meio de sobrevivência é necessário ter muita vocação e estrela em um país imenso como o Brasil em termos de cultura musical, todavia, assim como em diversas cidades, Dourados é uma cidade muito abençoada neste quesito, pois quer seja em bares, lanchonetes, no fundo de um quintal ou em salões de bailes, sempre tem um douradense entoando as suas canções.

Um destes cancioneiros que está em busca de conquistar o seu espaço no mundo da música é Maycon Modenez, de 33 anos, torneio mecânico de profissão há 19 anos.

Casado com Pâmela Salina e pai de Ana Manuela, o torneiro mecânico nas horas vagas empresta a sua voz abraçado ao seu violão pelos mais variados locais na qual é chamado para se apresentar com músicas variadas que vão de sertanejo universitário, sertanejo raiz, rock pop, romântica internacional e nacional e também MPB (Música Popular Brasileira).

Trajetória

Maycon Modenez, em seu local de trabalho na região do Jardim Santo André, conta que começou a tocar violão com 14 anos, porém sem ter instrumento, o que usava era emprestado, deu uma parada nos seus sonhos, até que com 21 anos, seu tio, o também mecânico João Carlos Xavier, lhe presenteou com um.

Com o presente, Maycon Modenez voltou a dedilhar as cordas do instrumento e começou a montar o seu repertório para se apresentar, inicialmente aos familiares e amigos e em bares da região aonde reside.

Após se sentir seguro, o torneiro mecânico de profissão e músico por paixão, começou a ser chamado para cantar e tocar em clubes para abrir shows como da dupla “Mato Grosso e Mathias”, “Manutti”, “Maike e Luan”, “Patrícia e Adriana”, e no show do cantor “Barreto”, que foi realizado em Campo Grande.

Estúdio

Já calejado pelos palcos da vida com suas apresentações acústicas, Mayco Modenez parte agora para o seu segundo objetivo, na qual diz ser a realização de um grande sonho, que é o de gravar um CD com músicas compostas por ele.

E assim o torneiro mecânico / músico está fazendo, ao entrar recentemente no Estúdio Guará Produções para gravar as canções “Bom bei bom bei”, “20 minutos”, “Itamalia” e “Amor selvagem”. “É uma emoção muito grande quando conclui essas gravações, pois elas ficaram do jeito que sempre sonhei”, disse Maycon Modenez, lembrando que quando vai se apresentar em algum local, é a sua esposa que faz toda a sua produção visual.

Maycon Modenez deixa claro que não pensa pelo menos por enquanto em largar a sua profissão de origem para viver só da música, pois tem uma família para sustentar. Segundo Maycon, ele só tem que agradecer a Deus e as pessoas que confiam em seu trabalho, em especial seus familiares. “Graças a Deus por aonde eu passo deixo as portas abertas. Isso por si só não tem preço e espero ir mais longe ainda se Deus quiser, e ele vai querer”, conclui o torneiro mecânico / músico lembrando que para manter contato com ele, os interessados poderão ligar no (67) 99928-2927, e que duas das suas músicas recentemente gravadas já estão no YouTube e na sua página do Facebook e Instagran.