Mauricio solicita implantação de semáforos próximos às escolas Capilé e Erasmo Braga – Foto: Thiago Morais

O vereador Mauricio Lemes (PSB) encaminhou diversas solicitações a prefeita Délia Razuk (PR) e ao diretor da Agetran, Carlos Fábio, relativas ao trânsito na área central e bairros de Dourados. Entre as indicações protocoladas na Câmara Municipal, ele pede melhorias nas sinalizações do conjunto habitacional Roma 1, 2 e 3, como implantação de placas de “Pare”, placa de “Contramão” e pinturas de faixas de pedestre na Avenida Antônio Tonani.

Em outro documento encaminhado a prefeita Délia, com cópia a secretária municipal de Obras, Marise Aparecida Bianchi Maciel, o vereador pede providências visando a implantação um redutor de velocidade, na Rua João Pedro Gordim, na Vila Oliveira próximo à praça pública. “Neste local já houve registros de diversos acidentes de trânsito, inclusive com a morte de uma criança com apenas um ano e sete meses, que foi atropelada por uma motocicleta”, alertou Mauricio.

Solicitou ainda aos órgãos competentes, providências visando diminuir o excesso de velocidade dos veículos que trafegam diariamente no Jardim Márcia, Vila Oliveira e Via Park. “Nestes locais são comuns acidentes envolvendo principalmente motocicletas e, assim, se faz necessárias melhorias urgentes, como redutores de velocidade e placas de sinalizações”, enfatiza.

Semáforo

Em outras duas indicações encaminhadas à prefeita Délia Razuk e ao diretor da Agetran, Carlos Fábio, o vereador Mauricio solicitou a implantação de semáforos nas proximidades das escolas Antônia da Silveira Capilé, localizada no Jardim Água Boa e na escola Erasmo Braga, no centro da cidade.

No cruzamento da Rua Bela Vista com a Rua Itamarati, esquina da Escola Estadual Antônia da Silveira Capilé, o vereador lembra que a via já possui uma lombada eletrônica, porém, devido ao intenso fluxo de veículos e estudantes nos horários de entrada e saída das aulas se faz necessário um semáforo, visando maior segurança das crianças que frequentam a escola. Maurício sugere ainda que assim que for instalado o semáforo, que seja retirado a lombada eletrônica próxima à unidade de ensino e seja instalada em outro local de maior fluxo de veículos na cidade.