Marcio Pudim comemora anúncio de nova ponte na 5ª Linha

Vereador solicitou, em maio do ano passado, substituição da travessia de madeira por uma de concreto 

Secretário Casarin, da Semop, e vereador Márcio Pudim conversam sobre situação da ponte e projeto de construção – Foto: Assessoria

O vereador Márcio Pudim (PSDB) comemorou esta semana notícia veiculada no site da Prefeitura de Dourados, segundo a qual, a ponte de madeira existente no Travessão Isaías Marques, também conhecido como travessão da Quinta Linha, na região do Laranja Lima, será substituída por uma ponte de concreto.

Conforme anunciou a Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop), a empresa JV Engenharia Eirelli foi a vencedora da licitação e vai substituir a ponte de madeira por uma ponte de concreto, de 12 metros, que custará aos cofres públicos o valor de R$ 517.442,17.

A medida atende indicação do vereador Marcio Pudim, endereçada ao prefeito Alan Guedes (PP) e ao assessor executivo da Agesul em Dourados, José Carlos de Souza, em maio de 2021, destacando, já à época, a situação precária da antiga travessia. A obra virá contemplar o anseio de moradores, principalmente os agricultores, das regiões do Laranja Lima, Colônia do Zanatta e dos distritos de Indápolis, Vila São Pedro e Vila Vargas.

“Esta obra será uma conquista importante, pois contemplará toda a população dessas localidades e isso reflete no trabalho legislativo que estamos desenvolvendo ou temos procurado desenvolver”, celebra Márcio Pudim. Segundo ele, a previsão é que o contrato para a obra seja assinado na próxima semana e em seguida seja dada a ordem de serviço para o início da construção da ponte de concreto.

“Desde o início do nosso mandato, temos procurado ouvir e buscar meios de atender às reivindicações da população, nos comprometendo a fazer os encaminhamentos e cobranças para que os problemas relatados sejam solucionados e os pedidos de informações sejam esclarecidos”, pontua o vereador Pudim, citando o exemplo da ponte do travessão da Quinta Linha, “que se encontra em péssimas condições de uso”.

“O grande anseio da população que reside e circula pela região é a construção de uma ponte de concreto. Maquinários agrícolas, carros, ônibus escolares, ciclistas e pedestres que passam diariamente pela ponte de madeira cobram dos representantes do poder público uma solução para o problema, uma vez é diário o risco de a ponte cair e causar um dano irreparável”, justifica o vereador.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.