Prefeito Dr. Bandeira, de Amambai, Marcelo Miglioli e governador Reinaldo Azambuja – Foto: Mazão Ramires

Em menos de quatro meses de pré-campanha para o Senado, o engenheiro Marcelo Miglioli visitou 70 municípios, garantiu o apoio da maioria dos prefeitos para o seu projeto, inclusive de partidos adversários, e contribuiu para a divulgação das obras e principais realizações do governo Reinaldo Azambuja nos municípios.

Marcelo Miglioli  demonstrou que tem musculatura política para brigar por uma das duas cadeiras de senador e, além do mais, cumpre um papel estratégico dentro do PSDB, fortalecendo a reeleição do atual governador. “Ele conhece todos os municípios e todas as obras executadas, porque esteve à frente do planejamento, dos projetos e da execução da maioria”, reconheceu o prefeito de Ivinhema, Éder Uilson França, o Tuta.

De Campo Grande a Corumbá, passando por Três Lagoas, Ponta Porã, Paranaíba, Amambai e Jardim, os prefeitos enaltecem a atuação de Marcelo. “A população vai saber reconhecer os políticos que fazem política pensando nas cidades. O Marcelo Miglioli foi parceiro da administração do Marquinhos Trad”, declarou o prefeito de Capital.

“Vamos precisar dele em Brasília para abrir as portas dos Ministérios para as prefeituras”, disse Ângelo Guerreiro, de Três Lagoas. “Ele tem um ótimo relacionamento com os prefeitos e intensa capacidade política e de trabalho”, ressalta o Dr. Bandeira, de Amambai. “É um homem de planejamento, de visão de futuro e que sabe onde ir buscar os recursos para realizar”, acrescenta Hélio Peluffo, de Ponta Porã.

Marcelo Iunes, de Corumbá, afirma que a cidade será grata a “quem nunca nos faltou”. Já Guilherme Monteiro, de Jardim, aponta Marcelo como um “pré-candidato novo, cheio de garra e conhecimento, é o que precisamos em Brasília”.

Os dirigentes de  Porto Murtinho, Delair Delevatti, e Cacildo Dagno de Santa Rita do Pardo, pontuam outras qualidades. “É um político novo, honesto e realizador. É um homem de resultados e não de palavras e é isso que a população quer hoje em dia”, diz o primeiro. Para Dagno, “Miglioli é íntegro, puro, renovação com a segurança que as pessoas estão esperando”.

“A reeleição de Reinaldo é o objetivo maior porque ela é importante para Mato Grosso do Sul”, tem dito Marcelo Miglioli por onde anda. Ele argumenta que se em meio a maior crise do país o governador conseguiu concluir 215 obras inacabadas e executar outros 800 projetos só na área de infraestrutura sem nenhum empréstimo, nos próximos quatro anos concluirá as ações, dentre elas a regionalização da saúde, iniciada com a construção dos hospitais de Três Lagoas e Dourados, e a modernização das estruturas de saúde em Ponta Porã, Aquidauana e Corumbá.

Nos municípios que visitou Marcelo Miglioli sempre fala das obras estaduais, como recentemente em Ivinhema (entrega de casas e asfalto nos bairros Vitória e Itapoã) e em Três Lagoas, onde visitou a construção do Hospital Regional em andamento no município.

Os projetos foram planejados, tiveram os projetos elaborados e a execução coordenada pela Secretaria de Infraestrutura, a quem estavam subordinadas a Agesul, Sanesul, Agehab e MS-Gás.