As frentes parlamentares visam a defesa e apoio ao Hospital da Vida e às pessoas com doença rara – Foto: Leandro Silva

O vereador Marcelo Mourão (PRP) propôs nesta segunda-feira (12), na Câmara Municipal de Dourados, a criação de duas Frentes Parlamentares no setor da Saúde.

A primeira é a Frente Parlamentar em apoio e defesa do Hospital da Vida. Segundo o vereador, as administrações e as legislaturas passarão, mas o hospital é um patrimônio de toda a sociedade que permanecerá e é preciso a união de todos para que, seja qual for o gestor, haja condições para manter atendimentos de qualidade.

“O Hospital da Vida já salvou muitas vidas. Eu tenho escutado muito um grupo de pessoas que reclama do hospital, mas não faz absolutamente nada para ajudar na sua manutenção. Vemos campanhas para hospital de São Paulo, campanhas para outros hospitais que ainda nem existem, mas até agora não veio uma campanha para ajudar o Hospital da Vida”, afirmou Marcelo.

Ele também conclamou que os moradores, prefeitos e vereadores dos mais de 30 municípios que vêm a Dourados usar os serviços do Hospital da Vida a somar forças nessa luta pelo único hospital de portas abertas do SUS na nossa região.

“Está na hora de todos nós ajudarmos o Hospital da Vida”, disse, ressaltando também que os esforços devem ir além das obrigações da prefeitura e dos governos estadual e federal.

Com a criação da Frente Parlamentar, a Câmara Municipal terá seis meses para realizar estudos e promover debates para propor formas de ajudar na manutenção e fiscalização do hospital.

“Em respeito a todas as vidas que o Hospital da Vida salvou, chega de banalizar a Saúde, sem reconhecer o atendimento dos bons profissionais, que merecem o nosso respeito, o nosso cuidado”, disse ele, que é um usuário do sistema SUS.

Doença Rara

A segunda Frente Parlamentar proposta por Marcelo visa o apoio a pessoas com doenças raras.

Recentemente, o vereador teve contato com uma família com uma criança que está enfrentando uma doença que os médicos ainda não conseguiram identificar.

Segundo ele, é preciso trazer esse debate para a Câmara Municipal, a fim de sejam criados e fortalecidos meios de ajudar essas pessoas e seus familiares no enfrentamento desse tipo de enfermidades.

Marcelo encaminhou aos gabinetes o convite para os vereadores integrarem as frentes parlamentares. Ele ressalta que o engajamento de todos vai agilizar os trabalhos de buscar soluções para melhorar o atendimento às pessoas.