Moradores pediram apoio de Marçal para garantir retorno do IPTU – Foto: Assessoria

Durante sessão na noite desta segunda-feira (07) na Câmara Municipal, o vereador Marçal Filho (PSDB) cobrou da Prefeitura de Dourados o retorno do IPTU (Imposto Predial, Territorial e Urbano) pago pelos moradores do Campina Verde, um dos bairros que mais carecem de serviços públicos.

Dezenas de moradores estiveram na Câmara com cartazes. Eles foram liderados por Marcion Kaiser, que ocupou a tribuna livre da Câmara. “Estamos pagando imposto para termos ruas intransitáveis e escuras. É isso?”, indagou Marcion, que ainda criticou o aumento do tributo e o abandono do bairro pelo poder público.

Com cartazes, moradores cobraram a instalação de postos de saúde e Ceim (Centro de Educação Infantil). Criado há duas décadas como sitioca, o Campina Verde, localizado às margens da BR-463, na região do BNH 4º Plano, integrou o perímetro urbano de Dourados e os moradores passaram a pagar IPTU, depois de aprovação de lei que ampliou em 2011 a área urbana da cidade em quase 150%.

Embora contribuam com o imposto, eles reclamam sobre as dificuldades de morar no local. Ao redor do bairro foram criados loteamentos nos últimos anos e o Campina Verde não tem se desenvolvido pela falta de serviços públicos.

Marçal lembrou que somente no primeiro trimestre deste ano os moradores do Campina Verde Pagaram R$ 732 mil em IPTU, conforme informou a prefeitura na época, valor que já deve ter se aproximado a R$ 1 milhão. “E para onde foi esse dinheiro. Quem paga imposto quer retorno e os moradores estão corretos em reivindicar”, disse Marçal.

O problema no bairro só não é maior porque os moradores têm colocado entulho nas ruas para melhorar o tráfego. Há cerca de um mês a Prefeitura patrolou as ruas. O serviço paliativo é temporário, pois com a chuva as ruas voltam a ficar intransitáveis.

Marçal chama a atenção à importância, pelo menos, de cascalhamento. “Não adianta só patrolar. Para melhorar a qualidade de vida dos moradores é necessário um trabalho mais completo”, afirmou o parlamentar, que defende um projeto de asfaltamento no bairro.