Maia diz que Congresso não aprovará aumento de tributos

Na segunda-feira (28), ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse que poderia haver alta para compensa diesel mais barato. De acordo com o presidente da Câmara, fala foi ‘irresponsável’

Segundo Rodrigo Maia, presidente da Câmara, fala de ministro foi ‘irresponsável’ – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chamou nesta terça-feira (29) de “irresponsável” o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, por sugerir que pode haver aumento de tributos para cobrir a redução no valor do diesel. Maia disse que nenhum aumento de tributo será aprovado pelo Congresso Nacional.

“Não vai ter [aumento de imposto] porque isso aqui é uma democracia e ele [Guardia] não manda no Congresso Nacional. Aliás, o que ele fez ontem foi muito irresponsável, num momento de crise em que se está tentando debelar, diminuir a mobilização, tentar colocar o Brasil no eixo novamente, ele vem falar em aumento de imposto”, afirmou Maia.

Segundo Maia, Guardia “sabe muito bem que no Congresso não haverá aumento de impostos” e deveria ter proposto outras saídas.

Do G1