Lia Nogueira reforça necessidade de reordenamento do trânsito na região do Jardim Universitário

Lia Nogueira constatou a necessidade de melhorias na sinalização de trânsito e na iluminação pública no Jardim Universitário – Divulgação

A vereadora Lia Nogueira (PP) apresentou indicação, durante a sessão ordinária desta semana Câmara Municipal de Dourados, solicitando à Prefeitura de Dourados, através da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), a elaboração de um projeto de reordenamento do trânsito na região do Jardim Universitário.

Conforme a vereadora, a construção de diversos condomínios fechados nesta região resultou em um aumento considerável do fluxo de veículos em algumas vias, o que também faz crescer os riscos e a ocorrência de acidentes. Além dos condomínios fechados, a região também é utilizada pela população indígena como acesso às aldeias Jaguapiru e Bororó.

No documento apresentado na Câmara, Lia Nogueira destaca que a reorganização do trânsito na região se tornou uma necessidade imediata. “Eu estive naquela região e comprovei os perigos de quem trafega por ali. Não só motoristas, mas principalmente motociclistas, ciclistas e pedestres. Além da falta de limite de velocidade, na principal via de acesso praticamente não existe sinalização. Há poucas placas orientando o condutor, não há redutor de velocidade e passarela, nem tão pouco uma ciclovia. A iluminação também é precária, já que vários postes estão sem luminárias, o que torna a situação muito mais grave”, alertou Lia.

De acordo com informações de moradores da região, o maior problema está na rua Aurora Augusto de Mattos, a partir do cruzamento com a rua Franco Cinato. Neste trecho, passando pela ponte sobre o córrego Laranja Doce, até chegar na entrada dos condomínios fechados, o tráfego é intenso, principalmente nos horários de pico.

“Esperamos que o município, por meio da Agetran, seja sensível à nossa indicação. Caso nada seja feito para corrigir tais falhas e garantir segurança a quem trafega constantemente por esta região de Dourados, teremos um problema crônico, como o que ocorre hoje com a rua Coronel Ponciano. Estamos cumprindo com nosso papel de fiscais do povo e a administração municipal precisa entender o trabalho dos vereadores e atender às nossas solicitações. Quando a prefeitura não faz, não é a nós que o município deixa de atender, mas sim a população de Dourados”, finalizou Lia Nogueira.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.