Lia Nogueira cobra explicações sobre aumento do preço do TAG – Foto: Assessoria

A vereadora Lia Nogueira (PR) apresentou requerimento na sessão da última segunda-feira (15), cobrando explicações tanto da Agetran (Agência de Transporte e Trânsito) quanto da EXP Parking, responsável pelo estacionamento rotativo no município, sobre o aumento abusivo do TAG. O dispositivo eletrônico fixado no para-brisa do carro teve aumento em apenas um ano de mais 160%, conforme denunciou a vereadora.

Lia Nogueira cobrou um posicionamento da empresa, afirmando que o aumento não seria justificado, já que a inflação em 2018 não chegou a 4%, conforme o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). “Após denúncias de usuários fomos apurar as reclamações e constatamos que em janeiro de 2018, o TAG custava R$ 38. No final do ano passado subiu para R$70 e no começo de 2019 saltou para R$ 100. A meu ver não há razão para um aumento tão elevado assim, aumento maior que o índice da inflação. Gostaria sinceramente de saber qual é a conta que a EXP fez para chegar a esses valores”, questionou a vereadora.

Mesmo que o valor pago pela TAG, de acordo com Lia, seja revertido em créditos aos usuários, o aumento causou estranheza para a população. “Isso pode interferir no princípio de equilíbrio nas relações de consumo previsto no Código de Defesa do Consumidor”, destacou. A vereadora informou que mesmo antes dos meios de comunicação do município publicarem reportagens sobre o aumento do dispositivo eletrônico, já tinha sido encaminhado requerimento à direção da EXP Parking, bem como à Agetran cobrando explicações.

“É nosso dever enquanto vereadores fiscalizarmos os serviços públicos, ainda que sejam eles terceirizados. Na última segunda-feira, já havia apresentado este requerimento na Câmara Municipal durante a sessão ordinária. Estamos cobrando resposta quanto ao aumento que considero abusivo e também acesso a todas as cláusulas do contrato firmado entre a Prefeitura de Dourados e a EXP Parking para a exploração do estacionamento rotativo na nossa cidade”, completou Lia Nogueira.