Lei de Barbosinha quer dar nome de grande líder político de Angélica à trecho da MS-145

O deputado Barbosinha (DEM-MS) – Assessoria

O deputado Barbosinha (DEM-MS) apresentou um Projeto de Lei, nesta quarta-feira (7), para denominar de Gustavo de Azevedo o trecho da Rodovia MS-145 entre Deodápolis até o entroncamento da BR-267.

O homenageado faleceu em 26 de agosto de 2009 e sempre será lembrado por ser uma pessoa que se dedicou a promover o bem estar dos moradores do distrito de Ipezal, no município de Angélica, e de toda região na avaliação do autor do Projeto.  “Gustavo é muito merecedor desta singela homenagem. Assim imortalizamos seu nome nessa rodovia e poderemos sempre lembrar do seu legado”, defendeu.

Gustavo de Azevedo nasceu em 15 de fevereiro de 1941 em Pompéia- SP e chegou ao Estado de Mato Grosso, na cidade de Vila Glória, em 27 de novembro de 1965. Casou-se e teve quatro filhos.

Em 27 de março de 1967 veio conhecer o Estado a convite de um primo que residia no distrito de Ipezal – município de Angélica, para onde mudou-se com sua família

Seu legado é lembrado e reconhecido até hoje no local. Em Ipezal, Gustavo construiu um barracão e instalou uma máquina de beneficiamento de arroz, atividade que por muitos anos foi responsável pela renda e subsistência da família. “Com o tempo, Gustavo de Azevedo começou a conhecer muitas pessoas da região e como era uma pessoa prestativa e gostava de ajudar o próximo se tornou uma figura política da região”, explica o deputado.

Candidato a vereador e a vice-prefeito, Gustavo não se elegeu, mas foi convidado pelo prefeito de Angélica para ser coordenador da região do distrito de Ipezal. “Ele assumiu essa função com muito orgulho e dedicação. Muito antes de ter uma função pública o Gustavo já dedicava seu tempo e seus préstimos a ajudar o próximo. As pessoas da região que tiveram a oportunidade de conviver com ele, lembram dele até hoje com muito carinho e saudade”, finalizou Barbosinha.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.