Juventude AG vence Assoeva pela Liga Nacional de Futsal

Depois de duas derrotas em casa, o time douradense faz 6 a 4 busca recuperação em Venâncio Aires

Juventude AG venceu o Assoeva por 6 a 4 – Foto: Roni Muller/Assoeva Futsal

Jogar fora de casa tem feito bem para o Juventude AG na Liga Nacional de Futsal. Neste domingo (13), pela sexta rodada da primeira fase, o JAG foi à Venâncio Aires, interior do Rio Grande Sul, e venceu a Assoeva Futsal por 6 a 4 em tarde inspirada de Rikelme, autor de três gols do time sul-mato-grossense. O goleiro Bigode, com boas defesas e autor do quinto gol, também foi um dos destaques do jogo.

Com a vitória, o JAG sobe para a sexta posição do Grupo B com seis pontos, mas com apenas quatro jogos disputados, enquanto os demais times da chave jogaram, pelo menos, seis partidas. O giro do Juventude AG pelo Rio Grande do Sul segue na próxima terça (15), em Carlos Barbosa, enfrentando a ACBF.

Gols

O primeiro tempo no Ginásio Parque do Chimarrão teve o Assoeva pressionando, mas o Juventude AG aproveitando as chances e saindo na frente. Com nove minutos de bola rolando, Joãozinho avançou pela esquerda e bateu cruzado. Kelvin defendeu parcialmente, mas o rebote bateu em Duda Bello e foi para as redes, JAG 1 a 0. Três minutos depois, em novo ataque do time douradense, Rikelme aproveitou a bola na área para ampliar. O time gaúcho diminuiu a diferença quase no fim da etapa. Pressionando a saída de bola, Boni aproveitou a sobra para fazer 2 a 1.

No segundo tempo, o Assoeva voltou pressionando e, com dois minutos, chegou ao empate após uma bela troca de passes e conclusão de Valdin, fazendo 2 a 2. O gol não assustou o Juventude AG que voltou a pressionar a saída do adversário e provocar o erro. Rikelme ganhou a bola e bateu na saída de Kelvin, recolocando os douradenses na frente. Com oito minutos, Lucas Freitas bateu cruzado da direita e Du desviou para fazer 4 a 2 JAG.

Em desvantagem, a Assoeva foi para o ataque e conseguiu diminuir o prejuízo aos 12 minutos, com Pedrinho batendo na saída de Bigode. Com 4 a 3 o time de Venâncio Aires passou a pressionar mais e foi para o goleiro-linho de forma mais efetiva. O risco custou caro. Faltando dois minutos, o ataque parou em Bigode e o goleiro do Juventude foi preciso no chute, aproveitando o gol adversário vazio, ampliando para 5 a 3. Na sequência, em outro ataque da Assoeva, Bigode fez o lançamento longo para Rikelme, já na área adversária, só desviar de cabeça e fechar o placar em 6 a 3. Boni ainda diminuiu no último minuto e terminou com vitória do JAG por 6 a 4.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.