Junior Rodrigues destaca participação do juiz Federal Odilon em audiência pública

Junior Rodrigues destacou a participação do juiz federal na audiência - Foto: Assessoria
Junior Rodrigues destacou a participação do juiz federal na audiência – Foto: Assessoria

Proposta pelo vereador Junior Rodrigues (PR), aconteceu na última sexta-feira (25) a audiência pública “Drogas: quem não previne, trata”, com a presença do juiz Federal Odilon de Oliveira. O vereador e presidente da Comissão Permanente de Políticas Anti Drogas, Odilon de Oliveira Junior, também participou do evento.

Foi discutida, durante a audiência pública, a legalidade da disciplina “dependência química” como matéria curricular do município, que tem como objetivo prevenir o uso de drogas. “O debate foi de suma importância para a sociedade douradense, pois abrange todas as famílias, distintas de classe social”, comentou Junior.

Eles também ressaltaram o papel do Estado no combate ao tráfico de drogas e no tratamento dos dependentes químicos, porém apontaram que o Governo Federal tem alegado falta de recursos para maior abordagem na fronteira seca, que divide Mato Grosso do Sul e o Paraguai.

Outro problema discutido foi o da importância do tratamento para os dependentes químicos, tendo necessidade de clínicas e hospitais para o tratamento, ambientes esses com uma infraestrutura adequada para o atendimento dos pacientes, conforme abordado pelo vereador.

Odilon foi favorável ao acréscimo da disciplina sobre combate às drogas na grade curricular nas escolas. “A população precisa ter mais consciência em relação ao uso das drogas, principalmente junto aos jovens, que muitas vezes começam com o uso dentro das escolas. As drogas passam como um furacão pelas famílias, levando a vida dos jovens e a alegria da família, principalmente a alegria da mãe”, completou Junior.

De acordo com o vereador, as drogas estão tomando conta das escolas, por isso é preciso que toda a comunidade e as autoridades criem mecanismos para que possam, juntos com os professores, coordenadores e diretores das escolas, conscientizar o aluno do perigo do vício.

O palestrante concluiu destacando a participação de toda a sociedade no combate ao tráfico, prevenção e tratamento de dependentes químicos. “Da mesma forma que ocorrem às apreensões de drogas, também aumentam o tráfico. A droga é problema de todos nós”, finalizou Odilon.