Carga com 100 quilos de cocaína ‘sumiu’ de dentro da unidade policial da Sejusp em Aquidauana – Divulgação

A polícia já prendeu nove pessoas, sete homens e duas mulheres, suspeitos de envolvimento no sumiço de 100 quilos de cocaína da delegacia de Aquidauana. Oito deles serão encaminhados para Campo Grande, ainda nesta terça-feira (18). As informações foram confirmadas pela assessoria da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul.

Segundo o Jornal Midiamax, os envolvidos foram presos nesta segunda(17) e terça-feira (18). Uma das presas conseguiu prisão domiciliar e continuará em Aquidauana. A Corregedoria da Polícia Civil de MS não confirma se há policiais civis entre os detidos.

Todos os suspeitos estão prestando depoimento na cidade e depois, serão encaminhados para Campo Grande. Entre os investigados está uma advogada, que também será encaminhada para a Capital.

Os oito presos serão distribuídos em celas da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros) e 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande. As investigações seguem a cargo da Corregedoria Geral da Polícia Civil em MS.

A Polícia Civil em Aquidauana fez buscas na residência, escritório e no veículo da advogada, que também foi apreendido para ser periciado. O furto foi descoberto no dia 10 de junho e sete dias depois, o titular da delegacia foi transferido da unidade, fato que, conforme a assessoria da Polícia Civil, não teria ligação com o sumiço da droga e seria apenas uma ‘adequação administrativa’.