Quase um mês depois do jogo de ida, Internacional e Cruzeiro se enfrentam pela segunda partida da semifinal da Copa do Brasil nesta quarta-feira. No Beira-Rio, a bola rola às 21h30 (de Brasília), em um duelo que o Colorado tenta manter a vantagem construída com a vitória por 1 a 0 no Mineirão.

O duelo entre os dois é a mostra de como o futebol muda rápido. Quando venceu o duelo de ida, em agosto, o Inter vinha em uma excelente fase com vitórias importantes no Brasileirão e também pela Libertadores. Desde então, o momento mudou e o Colorado vive agora em instabilidade, depois da desclassificação para o Flamengo no torneio continental.

Para não deixar a confiança cair, o time de Odair Hellmann aposta na força do Beira-Rio. Em sua casa, o Inter não perde desde março, ainda pelo Campeonato Gaúcho. Com elenco completo à disposição, o técnico Odair Hellmann deve mandar força máxima em campo para brigar pela vaga na final.

“Estamos muito focados nesse jogo, sabemos da dificuldade, mas nosso grupo está tranquilo e sabemos da responsabilidade de buscar essa classificação dentro de casa”, disse o lateral-direito Bruno.

Depois da derrota no jogo de ida, o Cruzeiro demitiu Mano Menezes e não demorou muito para trazer Rogério Ceni em seu lugar. Neste meio tempo, o novo treinador teve apenas três jogos no Brasileirão para aprimorar a equipe e retomar a confiança de seus jogadores.

O retrospecto até aqui é positivo, com as vitórias sobre Santos e Vasco, no Mineirão, e o empate com o CSA fora de casa. De lá para cá não mudou apenas os resultados, mas também a forma de jogar. Com um estilo mais propositivo, Ceni tenta colocar uma equipe mais ofensiva em campo.

“Tem muitas bolas que voltamos para trás, que começamos o jogo sem necessidade, podemos jogar melhor. Tivemos dificuldade na saída de jogo, vou tentar inserir a características que gosto, vamos tentar nos adaptar, mas podemos ser mais objetivos, errar menos passes, caprichar mais”, analisou o treinador.

Os dois times brigam pela vaga na final do torneio. O Internacional, que tem uma Copa do Brasil em sua galeria de troféus, tenta chegar à decisão pela segunda vez em sua história. Por outro lado, o atual bicampeão Cruzeiro já chegou em oito finais da competição e levantou a taça em seis oportunidades, sendo o maior campeão.

Ficha Técnica
Internacional x Cruzeiro

Local: Estádio Beira-Rio (RS)
Data: 04 de setembro de 2019, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick; D’Alessandro, Nico López (Rafael Sobis) e Guerrero
Técnico: Odair Hellmann

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio (Dodô); Robinho, Henrique e Thiago Neves; Marquinhos Gabriel, David e Pedro Rocha
Técnico: Rogério Ceni

Da Gazeta Esportiva