Evento acontece em abril no MARCO, em Campo Grande

As inscrições para a primeira edição do concurso Mister Mato Grosso do Sul Trans seguem abertas até o próximo dia 20 de março e podem ser feitas pela página do IBRAT/MS no Facebook. O evento é realizado pelo IBRAT e Frank Rossate.

O concurso será realizado no dia 20 de abril, no MARCO – Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul e a entrada é 1 kg de alimento não-perecível. Os alimentos serão destinados a instituições carentes e para membros socialmente vulneráveis da comunidade trans do Estado.

De acordo com Carlos Eduardo Rodriguez (conhecido como Karuh), organizador do evento, além da valorização da beleza transexual masculina, o concurso visa reforçar a responsabilidade social e o empoderamento do T em LGBT. 

“Com o concurso, vamos poder ajudar aos meninos menos favorecidos, que passam por dificuldades financeiras”, diz Karuh. O organizador completa: “Dentro da comunidade LGBT, os transexuais ainda continuam ofuscados e merecem ter sua autoestima fortalecida e ser celebrados por seus semelhantes gays, lésbicas e bissexuais. É uma festa para a comunidade LGBT e um momento especial para o coletivo trans do Estado”. 

Mato Grosso do Sul tem um histórico vitorioso em concursos de beleza transex. Porém, essa é a primeira edição do evento que espera valorizar a beleza trans masculina.

Concurso

O concurso Mister Trans MS acontece no dia 20 de abril, no MARCO – Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul, que fica no Parque das Nações Indígenas, com entrada pela Rua Antônio Maria Coelho, 6000. 

Os três primeiros lugares receberão premiação em dinheiro e representarão a comunidade trans em demais eventos nacionais. 

As inscrições custam R$ 50 e a ficha de inscrição está disponível no anexo do release. Mais informações sobre o concurso, incluindo sobre as inscrições, estão disponíveis na página do IBRAT/MS (Instituto Brasileiro de Transmasculinidade) no Facebook (www.facebook.com/ibratms) ou pelo telefone (67) 9 8180-9973.

Presença, visibilidade e respeito

Em 29 de janeiro, a comunidade LGBT celebra o Dia da Visibilidade Trans, data que marca a primeira mobilização organizada por transexuais, que, em 2004, entraram no Congresso Nacional pedindo respeito e cidadania. 

Desde os anos 1980, artistas como Roberta Close marcam presença na cultura brasileira, contribuindo para mais compreensão e respeito às pessoas trans. 

E mais recentemente, Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen, e a personagem Ivana, da novela “A Força do Querer”, exibida pela Rede Globo em 2017, trazem à tona a discussão sobre transexualidade masculina.