IFMS realiza nova doação de protetores para saúde indígena

Entrega foi feita na quarta-feira, 3. Serão beneficiados profissionais de diversas áreas além dos moradores das comunidades

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) fez nesta quarta-feira, 3, mais uma doação de protetores faciais a profissionais que atuam no combate ao novo coronavírus. Foram destinados 1.100 protetores ao Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI). A entrega ocorreu na Sede da Saúde Indígena da Capital.

Os equipamentos de proteção individual beneficiarão mais de mil profissionais que atuam em equipes multidisplinares presentes nas aldeias atendidas pelo Distrito. Entre as categorias que receberão os protetores estão agentes, apoiadores, auxiliares de saúde bucal, enfermeiros, técnicos em enfermagem, motoristas e médicos, entre outros.

Mais 20 protetores foram entregues aos integrantes da Feira Indígena, ao lado Mercado Municipal, que possuem contato direto com uma grande quantidade de pessoas diariamente.

O DSEI atende uma população indígena de mais de 80 mil pessoas de oito etnias diferentes, em 33 municípios. No total, são 14 polos base e 78 Unidades Básicas de Saúde Indígena (UBSI) em todo o Mato Grosso do Sul.

“Os protetores atuam como barreiras físicas, diminuindo a exposição ao risco de contágio e contaminação para o profissional, bem como ao paciente”, explica a chefe da Divisão de Atenção a Saúde Indígena do MS, Eliete Maggioni.

“Combinados com demais medidas preventivas – como a higienização das mãos e distanciamento – proporcionam maior segurança, resguardando a continuidade das ações de cuidado à saúde da comunidade e garantindo a permanência das equipes em área dentro dos territórios indígenas”, destaca ela.

Iniciativa – É a quarta doação de protetores que o IFMS realiza para profissionais e população indígena no Estado. Destinados àqueles que atuam junto à Saúde Indígena e nas áreas de barreira sanitária das aldeias, a ação do Instituto já beneficiou comunidades dos municípios de Anastácio, Aquidauana, Dourados, Miranda e Nioaque, com 2.970 protetores faciais.

A entrega feita ao Distrito foi viabilizada através de parcerias com o Sindicato Rural de Campo Grande, Campus Suzano do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), que doaram protetores e insumos para a impressão dos equipamentos de proteção individual.

Além das entidades parceiras, a iniciativa tem a participação dos campi do IFMS, através dos espaços equipados com impressoras 3D. “Temos estudantes que moram nas aldeias do MS. Eles serviram como ponte, entrando em contato com lideranças das comunidades. Isso permitiu definirmos a quantidade de protetores e a destinação deles, de acordo com a demanda”, comenta a diretora de Empreendedorismo e Inovação do Instituto, Ivilaine Delguingaro.

Ações – Os protetores faciais impressos com tecnologia 3D e distribuídos pelo IFMS veem ajudando milhares de profissionais da saúde – de hospitais e secretarias de saúde – e outras categorias que trabalham diretamente no combate à Covid-19, como bombeiros e policiais militares.  Nos próximos dias, novos itens deverão ser entregues em Aquidauana, Jardim, Ponta Porã e Três Lagoas.

No geral, a instituição tem produzido vários itens para o enfrentamento ao novo coronavírus. Além dos protetores, outros produtos desenvolvidos pelo IFMS são máscaras com respiradores, dispositivos para alívio (earsaver), peças para respiradores e álcool em gel, entre outros. A impressão 3D especificamente deu origem a 8.373 itens produzidos pelo Instituto.

Outras ações de combate também tem sido realizadas como campanhas de conscientização e conserto de respiradores.

O enfrentamento à Covid-19 é realizado em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas, e também englobam os municípios que fazem parte das áreas de abrangência dos campi da instituição.

A solicitação de produtos pode ser feita através do formulário eletrônico. Já para a doação de materiais, com o objeto de viabilizar mais itens de prevenção, o contato ocorre por meio do correio eletrônico [email protected]