Vereadora Daniela Hall cobra esclarecimentos da secretaria municipal de Saúde após denúncias de que atendimento está sendo realizado precariamente no Hospital da Vida em Dourados

Daniela Hall cobra esclarecimentos sobre atendimentos no Hospital da Vida em Dourados – Foto: Thiago Moraes

A vereadora Daniela Hall (PSD), preocupada com a saúde da população que utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS), tem cobrado sistematicamente um atendimento de qualidade no Hospital da Vida em Dourados. Dessa vez, as denúncias são em relação aos atendimentos de pacientes com o vírus Influenza, H1N1 e H3N2, já que o hospital é referência no atendimento emergencial, mas não possui ala com isolamento.

A denúncia é de que profissionais da área de enfermagem do Hospital da Vida, administrado pela Fundação de Serviços de Saúde (Funsaud), estão realizando atendimentos sem máscaras, ignorando o protocolo do Ministério da Saúde. “Há mais de dois meses estou cobrando uma campanha efetiva de vacinação contra a Influenza, como medida preventiva de um surto, como já ocorreu no ano de 2016. Sem isolamento, pacientes estão sendo internados em área comum, colocando em risco a vida de outras pessoas que circulam dentro do hospital diariamente”, disse a vereadora Daniela Hall.

No final do mês passado, a presidente da Casa de Leis, que tem feito vários encaminhamentos para fiscalizar a saúde do município, que está em crise, avaliou como equivocada a decisão da maioria dos vereadores, em barrar o requerimento dela que previa a convocação do diretor da Funsaud, Luiz Carlos de Mattos, para prestar esclarecimentos à Casa de Leis.

“Esse seria um dos meus questionamentos ao diretor da Funsaud, sobre os atendimentos aos pacientes com o vírus da gripe Influenza, pois, segundo o secretário de saúde, se for o caso do paciente ficar internado, ele poderá ser transferido para o Hospital Universitário, que conta com ala de isolamento, mas não é isso que está ocorrendo”, ressaltou a parlamentar.

Votaram favorável ao requerimento os vereadores Marçal Filho (PSDB), Madson Valente (DEM), Alan Guedes (DEM), Elias Ishy (PT) e Olavo Sul (PEN). Próximo ao encerramento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e com baixa procura dos grupos de risco, a vereadora Daniela Hall (PSD) alerta a população para procurar as unidades de saúde para se vacinar, como medida preventiva. Para a presidente da Casa de Leis, não ter casos confirmados da gripe Influenza em Dourados, pode causar na população certa tranquilidade acerca da doença, no entanto, o período de temperaturas mais baixas já começou e é importante que as pessoas integrantes dos grupos de risco tomem as vacinas.

“A gripe Influenza já matou diversas pessoas este ano em vários estados. Em Mato Grosso do Sul foram registradas quatro mortes por influenza do tipo H3N2, sendo duas em Campo Grande e nas cidades de Aquidauana e Naviraí. Por isso, a importância da vacina. O grupo de risco precisa se conscientizar e procurar a unidade de saúde o mais rápido possível”, disse a vereadora Daniela Hall.

De acordo com a secretaria municipal de Governo, em resposta ao requerimento da vereadora Daniela Hall sobre a campanha de vacinação, não há previsão de recebimento de doses para pessoas que não estejam nos grupos priorizados pelo Ministério da Saúde em Dourados.