Assassinato foi na Rua Belo Horizonte, região da Vila Hilda – Foto: Sidnei Bronka

Um homem de 43 anos, ex-integrante de um grupo de rap, identificado como Moacyr dos Santos Quevedo, conhecido como “Langão”, foi executado com 10 tiros de pistola na noite deste sábado (22) na Vila Hilda, em Dourados. A vítima foi surpreendida pelo assassino no momento que ajuda a namorada em uma barraca de venda de cachorro-quente.

Informações apuradas pelo site Ligado na Notícia, por volta das 19h40, Moacyr estava na Rua Belo Horizonte, região da Vila Hilda, em uma barraca de venda de cachorro-quente, quando chegou um homem de bicicleta, e pediu um lanche. A vítima estava ajudando a namorada no local.

No momento em que aguardava do lanche, o assassino sacou da cintura uma pistola calibre 9mm e efetuou vários disparos contra a vítima. O acusado deixou o local correndo, abandonando a bicicleta no local do crime. Uma equipe do Samu foi acionada, porém, ao chegar ao local, Moacyr  já estava morto.

As equipes da Polícia Militar, Civil e Perícia Técnica apreenderam várias capsulas de pistola calibre 9mm. A vítima foi atingida no peito, nas costas, cabeça, pernas e mão. Segundo a polícia, pelo menos 10 tiros atingiram a vítima. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Assembleia_Mais ALEMS