Henrique Dourado é operado e deve levar três meses para voltar a jogar

Henrique Dourado sofreu uma fratura na tíbia ainda no primeiro tempo e precisou deixar o gramado de ambulância – Foto: Reprodução/Sina.com

Após estrear com gol e grave lesão no futebol chinês, Henrique Dourado foi operado com sucesso e já está no quarto. Ele passará agora uma semana no hospital para se recuperar do procedimento, que levou duas horas e colocou duas hastes na tíbia direita do jogador para corrigir uma fratura no local. Já o prazo de voltar a treinar é de oito a dez semanas, e o retorno aos gramados deve levar três meses.

– É a primeira cirurgia da minha carreira, jamais fiquei tanto tempo afastado daquilo que mais amo fazer que é jogar futebol. Passa um filme na cabeça, de tudo que já enfrentei como atleta, os desafios, os não recebidos quando menino e lá eu estava sempre com aqueles que me sustentam, minha família. Foi uma semana muito intensa desde a saída do Brasil justamente na segunda-feira passada – disse o atacante, em postagem no Instagram.

Apesar de ter cumprido sua missão de balançar as redes, Henrique Dourado teve uma estreia dolorosa no futebol chinês neste domingo. Em seu primeiro jogo pelo Henan Jianye, o ex-atacante do Flamengo demorou apenas 26 minutos para marcar um gol, mas sofreu uma fratura na tíbia ainda no primeiro tempo e precisou deixar o gramado de ambulância, chorando muito.

O Ceifador foi vítima de uma entrada forte de Qin Sheng, aos 40 minutos do primeiro tempo, e logo caiu levando as mãos à perna direita. Ao receber atendimento médico, o brasileiro chorou bastante e deixou o campo de maca, sendo levado direto para uma ambulância.

Horas depois do jogo, Dourado recebeu a visita de Qin Sheng, capitão do Dalian Yifang, que pediu desculpas pelo lance que gerou a fratura no atacante. O jogador chinês foi punido apenas com um cartão amarelo.

Antes do lance que originou sua fratura, Dourado já havia sofrido uma falta dura na entrada da área, que originou o seu primeiro gol no futebol chinês e levou à expulsão do zagueiro Yang Shanping, que levou o segundo cartão amarelo. Após a cobrança, Dourado tentou desviar para o gol, a zaga não conseguiu cortar, e ele aproveitou o rebote para chutar para o fundo das redes.

A partida terminou empatada em 1 a 1, uma vez que o belga Ferreira-Carrasco arrancou a igualdade aos 46 minutos do segundo tempo, mesmo com sua equipe com um jogador a menos.

Do Globo Esporte