Guarda Municipal e FUNED regulamentam pesca esportiva nos parques

Reunião entre o diretor/presidente da FUNED e da Guarda Municipal aconteceu na manhã desta quinta-feira – Foto: Waldemar Gonçalves - Russo
Reunião entre o diretor/presidente da FUNED e da Guarda Municipal aconteceu na manhã desta quinta-feira – Foto: Waldemar Gonçalves – Russo

Na manhã desta quinta-feira em reunião na sala da presidência da FUNED (Fundação de Esporte de Dourados), entre o diretor/presidente Jânio César Amaro e Sílvio Reginaldo Peres da Costa, comandante da GMD (Guarda Municipal de Dourados), foi debatido o regulamento da pesca esportiva mensal que estará aberta ao público sempre no último domingo de cada mês.

No debate entre os dois gestores responsáveis pela administração, proteção e segurança dos parques Primo Fioravante Vicente (Rego D’água), que está situado no Jardim Água Boa, e Antenor Martins, no Jardim Flórida, a pesca será aberta, podendo participar dela criança, desde que acompanhada dos pais ou responsáveis, adolescentes, adultos, idosos e pessoas com deficiência física. “Antes havia um dia específicos para os idosos, para os deficientes físicos e para as crianças. Estes dias específicos acabaram. A partir de agora, todos poderão participar juntos da pesca, sem exceção”, disse Silvio Reginaldo.

Também na reunião, Jânio César definiu que os espaços serão liberados entre 7h e 17h, e cada pescador poderá levar no máximo duas varas de pescar.

“Decidimos limitar o número de varas de pesca nos lagos para que todos possam participar em igualdade de condições para capturar os peixes para levar para casa”, disse Jânio, acrescentando que no decorrer dos dias das liberações para a pesca a Guarda Municipal fiscalizará quem estiver infligindo à regulamentação definida nesta quinta-feira. “Entendemos que não é justo uma pessoa levar mais de duas varas de pescar, enquanto outras estarão atendendo a nossa regulamentação”.

Jânio César lembra que os petrechos permitidos para pescaria nos lagos são os mesmo exigidos para outros locais, tais como varas de pescar, molinetes, carretilhas e linhadas de mãos.

Também vale lembrar que como o lago não é profundo nas margens, o grande alcance do molinete traz maiores resultados na pesca.

Nos dois lagos há peixes desde ainda da época da Festa do Peixe e os pescadores terão grandes chances de fisgar peixes das espécies pacu e catfish, concluiu Jânio César Amaro.