Ildemar Oliveira e João Frazão, respectivamente vice-presidente e presidente da Guarda Mirim de Dourados – Divulgação

A Guarda Mirim de Dourados ‘Dr. João Adolfo Astolfi’ está lançando uma campanha que visa colher o apoio dos segmentos empresarial da cidade no sentido de iniciar as obras de construção da sede própria da entidade, no imóvel que adquiriu pelo sistema de comodato durante o mandato do ex-prefeito Murilo Zauith na região do bairro João Paulo II.

De acordo com o presidente João Frazão, a Guarda Mirim foi contemplada com uma emenda parlamentar, viabilizada por meio do deputado estadual Barbosinha (DEM), da ordem de R$ 314 mil, recursos que serão utilizados na reforma das salas de aula, dependências administrativas, área de lazer e entretenimento, cozinha, banheiros e biblioteca do imóvel, com a substituição da estrutura deteriorada que existe no terreno.

“Essa campanha se faz necessária, agora, porque a Guarda estava funcionando, desde que foi criada, no espaço do estádio Douradão. Como o local foi interditado pela Prefeitura, e nós e as demais instituições que usavam a área tivemos que desocupar o estádio, hoje nossos equipamentos [incluindo instrumentos da fanfarra municipal, doados pelo Sicredi, que foram utilizados pela primeira vez no desfile dos mirins do dia 7 de Setembro] estão armazenados em um espaço cedido pelo Corpo de Bombeiros, mas precisamos de uma área definitiva, para o desempenho das atividades da Guarda”, comentou o presidente.