Grêmio entra no STJD com pedido de anulação do jogo contra o São Paulo

Tricolor alega que mudança de arbitragem ocorreu de “forma unilateral” e influenciou em quatro lances capitais da partida contra o São Paulo

Romildo Bolzan e Renato Portaluppi, do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio oficializou sua revolta com a a arbitragem no empate em 0 a 0 com o São Paulo no último sábado, no Morumbi, pela 17ª rodada do Brasileirão. O clube ingressou nesta terça-feira com um pedido de anulação da partida no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O clube também quer o afastamento de Leonardo Gaciba da Comissão de Arbitragem da CBF até que os fatos sejam esclarecidos.

Conforme nota publicada no site do STJD, o Grêmio anexou ao pedido um documento em que cita a troca de arbitragem horas antes da partida e que isso interferiu em no mínimo quatro lances capitais do jogo. A Medida Inominada foi encaminhada ao presidente do STJD, Otávio Noronha.

O clube gaúcho entende que a mudança na arbitragem foi feita de “forma arbitrária e unilateral”, após uma reunião entre representantes da CBF e do São Paulo. A diretoria gremista diz ainda que o fato “mais grave” é que o árbitro sequer deu oportunidade de que o VAR fosse consultado.

No entendimento do Grêmio, tudo isso é suficiente para colocar a partida em suspeição. E pede a impugnação da partida com base no Artigo 84 II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

No pedido, o Grêmio solicita que a CBF disponibilize os áudios da equipe de arbitragem durante a partida e que sejam fornecidas informações sobre quem participou da reunião com o São Paulo.

O Tricolor pede ainda o afastamento do presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, caso ele tenha participado do encontro. E ainda solicita que seja esclarecido se houve, de fato, pedido de algum dirigente do clube paulista para mudar a arbitragem.

O Tricolor pede ainda que não sejam homologados os pontos da partida até a decisão sobre a impugnação. A ideia é que o jogo seja disputado em nova data.

Além do pedido, o Grêmio já enviou um ofício à CBF para que sejam divulgados os áudios da arbitragem e dados da reunião com o São Paulo.

A arbitragem do jogo esteve nas mãos de Rafael Traci, árbitro Fifa de Santa Catarina. Os auxiliares eram Henrique Neu Ribeiro e Helton Nunes. Já o árbitro de vídeo foi Elmo Alves Resende Cunha (GO), auxiliado por Lucas Paulo Torezin e Victor Hugo Imazu dos Santos, ambos do Paraná.

O Grêmio cita quatro lances em que sentiu prejudicado em sua reclamação. Os lances de Reinaldo em Pepê e Geromel, com pênaltis requisitados, e pisões de Daniel Alves em Luiz Fernando e Tchê Tchê em Alisson para análise de expulsões.

Do Globo Esporte

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.