GM e agentes de trânsito auxiliam na travessia de alunos na MS-156 em “tempo integral”

Agentes de trânsito auxiliam alunos na travessia da movimentada rodovia – Foto: Agetran
Agentes de trânsito auxiliam alunos na travessia da movimentada rodovia – Foto: Agetran

Com foco em promover a travessia segura dos alunos da escola Maria da Conceição Angélica e do Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal) Pedro da Silva Mota, guardas municipais e agentes de trânsito estão na MS-156 diariamente, pela manhã e pela tarde. A ação visa prevenir acidentes na via e acontece sob determinação da Prefeitura de Dourados, já que medidas de segurança no trânsito do local, já solicitadas ao Governo do Estado, ainda não foram atendidas.

Logo no início da manhã, guardas municipais acompanham as crianças na via. Já às 11h e às 11h50 e das 17h às 17h50, o controle é feito por agentes da Agetran (Agência de Transporte e Trânsito). Quando necessário, os motoristas são orientados a reduzirem a velocidade ou até mesmo parar, se for o caso.

Conforme Carlos Fábio Selhrost, diretor da Agetran, a presença das equipes é muito importante na prevenção de acidentes já que o trânsito na via é intenso. Ele destaca ainda sobre o trabalho de orientação dos envolvidos.

“O fluxo de veículos é grande, a via é de acesso ao Distrito Industrial, por exemplo. Temos feito esse trabalho e também temos buscado constantemente com o Governo para que atenda a via com faixa elevada, lombada eletrônica, enfim, continuamos em atenção ao local. Além de acompanhar as crianças, os agentes e guardas ensinam sobre o trânsito”, conta.

A rodovia MS-156 separa o Jardim Guaicurus dos bairros Dioclécio Artuzi e Harrison de Figueiredo I e II. Nos bairros Dioclécio e Harrison I e II vivem aproximadamente 1.700 famílias.

Recentemente a Agetran realizou o reforço da sinalização próximo as escolas, na região. Nos cruzamentos que contam com grande movimentação de veículos e pedestres, foram colocadas placas de “Pare” e reforço da pintura das sinalizações horizontal e vertical.

O diretor cita que a intervenção dos agentes no local será feita até que sejam tomadas as providencias na via pelo Governo do Estado.