FMI reduz projeções para a economia global

Brasil deve encerrar o ano com retração de 9,1%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu novamente as projeções de crescimento para a economia mundial, de acordo com relatório divulgado nesta quarta-feira (24).

Segundo o documento, o Produto Interno Bruto (PIB) global terá retração de 4,9% em 2020 e expansão de 5,4% em 2021, números 1,9 e 0,4 ponto piores, respectivamente, que as previsões anteriores, divulgadas em abril.

No relatório, a economista-chefe do FMI, Gita Gopinath, diz que o mundo passa por uma crise “como nenhuma outra” em função da pandemia do novo coronavírus e que as previsões ainda estão cercadas por uma “forte incerteza”.

Países

Para o Brasil, o FMI estima uma retração de 9,1% em 2020, projeção 3,8 pontos pior que a de abril, e crescimento de 3,6% em 2021 (+0,7 ponto em relação à previsão anterior).

Na Europa, o desempenho negativo deve ser puxado por Itália e Espanha, com queda de 12,8% no PIB neste ano, mas crescimento de 6,3% no próximo. Já os Estados Unidos devem ter retração de 8% em 2020 e expansão de 4,5% em 2021, enquanto o FMI prevê para a China crescimento de 1% e 8,2%, respectivamente.

De forma geral, o fundo projeta retração de 8% neste ano para as economias avançadas e de 3% para os países emergentes.

Da AnsaFlash

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.