A grande final da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, acontece neste domingo, às 17h (de Brasília), no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES). Os flamenguistas são donos da melhor campanha do torneio, ainda não foram derrotadas e bateram o Botafogo nas semifinais com um triunfo por 3 a 1. Já o time da Região dos Lagos, grande surpresa até aqui, segurou empate por 2 a 2 com o Bangu.

Paulo César Carpegiani, técnico do Flamengo, procurou trabalhar o aspecto psicológico dos seus comandados para evitar um clima de otimismo exagerado pelo fato da decisão ser diante de um time de menor investimento.

“Hoje o futebol está muito nivelado. O Boavista não se classificou para esta decisão por obra do acaso. Vem conseguindo bons resultados na temporada e merece o nosso respeito. Vai ser uma decisão equilibrada, mas o Flamengo sempre entra em campo com a responsabilidade de buscar o resultado. E não vamos fugir das nossas características justamente agora”, afirmou Carpegiani.

Os jogadores flamenguistas apostam em um alto poder de concentração. “Como toda final, este jogo contra o Boavista vai exigir de nós um grande poder de concentração. Não vai existir nenhum tipo de facilidade. O adversário é qualificado, conta com jogadores experientes e não vai sentir o peso de decidir. Temos que trabalhar com inteligência, diminuindo a margem de erro”, avisou o atacante Henrique Dourado.

Os rubro-negros estão corretos em se prepararem para um duelo equilibrado, pois, pelo menos no discurso, o Boavista garante que vai criar sérios problemas para o adversário.

“O Flamengo tem um grande time e carrega para muitos o favoritismo por conta do investimento. Só que o Boavista tem um plantel que está se doando muito em campo, que não vende barato nenhum resultado negativo e que vai fazer o possível e o impossível para ser campeão neste domingo. Todos querem escrever o nome na história do clube e sabemos o que representa este jogo”, disse o técnico do Boavista, Eduardo Allax.

Em termos de escalação, o Flamengo vai manter a base que vem jogando. Já o Boavista terá o retorno do meia Erick Flores, que cumpriu suspensão nas semifinais. A tendência é que Lucas deixe a equipe para o seu retorno.

Caso a partida deste domingo termine empatada, o campeão será conhecido na disputa de pênaltis. O ganhador garante automaticamente a classificação para as semifinais do Campeonato Carioca.

O Flamengo é o time com mais conquistas na história da Taça Guanabara com 20 títulos na história. O Vasco, segundo na corrida, tem 12 canecos, contra 10 do Fluminense. O Botafogo deu a volta olímpica em oito ocasiões. O Boavista nunca foi campeão. Porém, decidiu o caneco em 2011, quando foi superado justamente pelos flamenguistas na decisão. O jogo terminou 1 a 0, com um gol de Ronaldinho Gaúcho.

Ficha Técnica
Boavista x Flamengo

Local: Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES)
Data: 18 de fevereiro de 2018 (Domingo)
Horário: 17h(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

BOAVISTA: Rafael, Thiaguinho, Gustavo Geladeira, Kadu Fernandes e Júlio César; Douglas Pedroso, Willian Maranhão, Fellype Gabriel e Erick Flores; Cláudio Maradona e Leandrão
Técnico: Eduardo Allax
FLAMENGO: César, Pará, Jonas, Juan e Renê; Gustavo Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Everton; Henrique Dourado
Técnico: Paulo Cesar Carpegiani

Da Gazeta Esportiva