Senador recebeu de Kassab o desafio de preparar o partido para eleição de diretórios definitivos – Divulgação

A filiação do senador Nelsinho Trad poderá derrubar toda a cúpula do PSD em Mato Grosso do Sul. Ele deve assumir a presidência do partido em substituição a Antonio César Lacerda, secretário de Governo da Prefeitura de Campo Grande. Segundo o portal Correio do Estado, Nelsinho evita falar sobre a troca de comando, mas o ex-ministro Gilberto Kassab, principal líder nacional do PSD, tem pressa e deu “carta branca” ao senador para reorganizar o partido no Estado.

Nelsinho deixou o PTB, partido que tinha comando absoluto no Estado, para se juntar ao PSD, dos irmãos Marcos Trad, prefeito de Campo Grande, e Fábio Trad, deputado federal.

O senador procura agir com todo cuidado para não criar problemas nem ser mal compreendido. Porém, também não poderá ficar de braços cruzados na missão recebida de Kassab, que é a de preparar o partido para as convenções que elegerão os diretórios definitivos. Hoje o PSD é comandado por comissão provisória.

Até o dia 28 de junho, conforme resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos com comissão provisória precisam constituir diretório definitivo. Este, portanto, é o tempo que Nelsinho tem para reorganizar a legenda.