Dourados sediou o festival Paralimpico Nacional com a presença de centenas de pessoas na manhã deste sábado no Clube Indaiá – Foto: Luiz Radai

O Festival Paralímpico Nacional, organizado pela Prefeitura de Dourados através da Fundação de Esportes (Funed) e Secretaria de Educação aconteceu neste sábado no Clube Indaiá

O Festival Paralímpico Nacional, organizado pela Prefeitura de Dourados através da Fundação de Esportes (Funed) e Secretaria de Educação, coroa todo esforço e trabalho já feitos até hoje por douradenses que se empenham para a inclusão social de pessoas com deficiência. Esta foi a constatação que a prefeita de Dourados, Délia Razuk, fez questão de ressaltar na manhã deste sábado (22) durante o evento ocorrido no Clube Indaiá.

O festival, uma iniciativa nacional que escolheu  municípios brasileiros que se destacam neste segmento, faz parte da comemoração do Dia do Paratleta e é uma forma de experimentar e divulgar os esportes paralímpicos nas modalidades de bocha adaptada, basquete sobre rodas e atletismo. Ao todo, 150 crianças e adolescentes participaram, sendo 120 com algum tipo de deficiência – física, visual ou intelectual – praticando os esportes apresentados no festival.

Na solenidade de abertura, a prefeita destacou que todos os paratletas são exemplos de superação e que esta perseverança contagia a todos em superar próprias limitações, ainda que estas não sejam consideradas deficiências. “É um dia de agradecimento. Temos paratletas excelentes graças a atenção que é dada na nossa cidade e as parcerias firmadas. Estamos entre as 50 cidades reconhecidas em um país com mais de 5 mil municípios. Valorizar estes atletas por suas superações diárias e aprender com eles é fundamental. Se fazemos alguma coisa, também devemos a eles, porque depende da vontade do atleta e nisto eles estão de parabéns também”, disse a prefeita.

“Se estamos neste evento, se temos grandes nomes no paratletismo, é porque nosso município conseguiu construir um movimento paralímpico próprio. Devemos tudo as pessoas que se dedicam e a elas deve ser dado os parabéns”, disse o diretor da Fundaçao de Esportes de Dourados, Janio Amaro. O secretário de educação, Upiran Jorge Gonçalves, disse que reconhecer a capacidade de superação dos atletas é o mínimo diante de tudo que eles enfrentam e vencem.

Ainda durante a abertura, os principais paratletas de Dourados foram homenageados com troféus pelas excelentes marcas e por integrarem seleções, competindo com diversos países pelo mundo. Receberam o troféus o atleta Paulo Henrique, do salto em distância, Jonatan Ferreira da Silva, corredor dos 100, 200 e 400 metros livres, Joanne Corrêa, corredora dos 400, 800 e 1.500 metros – recordista nestes últimos dois – , Geovane Moreira, atleta de arremesso e corrida, Daiane Arévalo Benites, atleta de arremesso de peso, salto em distância e corrida de 100 metros. Além deles, o professor idealizador e batalhador da causa paralímpica em Dourados, Antônio Pietramale, também recebeu um troféu de agradecimento.

Após a solenidade, a prefeita acompanhou o andamento das atividades esportivas que foram uma amostragem e não uma competição. Todos os paratletas presentes estavam se divertindo e mostrando modalidades perfeitamente possíveis de serem empregadas no ensino aprendizagem e na vida cotidiana destas pessoas.

Estiveram presentes na solenidade, além de inúmeros secretários da administração municipal, ainda o vereador Junior Rodrigues, o comandante da Guarda Municipal, Silvio Reginaldo, o presidente do Clube Indaiá, Ângelo César Ajala Ximenes, e acadêmicos da Faculdades Anhanguera e Universidade Federal da Grande Dourados. A realização foi da Funed e Secretaria de Educação, que atendeu requisitos de acessibilidade no local do evento, segurança e a disponibilização de equipe de socorro médico, exigências do Comitê Paralímpico Nacional.