Felipe Melo tem pena reduzida para dois jogos e fica de fora contra o Goiás

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou, na tarde desta sexta-feira, o recurso do Palmeiras contra a pena de quatro jogos imposta a Felipe Melo há duas semanas. A sentença final foi reduzida pela metade.

O caso se refere a agressão física contra o atacante Lucca, no duelo frente o Bahia, dia 11 de agosto, válido pela 15ª rodada do campeonato Brasileiro.

O advogado do clube pediu a desqualificação do artigo 254-A e usou o exemplo do soco disparado por Sassá em Mike, durante a semifinal da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Palmeiras no ano passado.

De imediato, o procurador geral Felipe Bevilacquia ofereceu uma redução da suspensão para dois jogos e o aumento da multa de R$ 50 mil para R$ 80 mil, a ser paga junto a uma entidade ou instituição de caridade.

O representante palmeirense, sem autorização para negociar valores, ganhou alguns minutos para entrar em contato com seus superiores antes da sessão se reiniciar e ter a aceitação do clube.

A homologação saiu por meio do presidente da sessão Paulo Cesar Salomão Filho e da relatora Arlete Mesquita.

Como já cumpriu suspensão automática contra o Grêmio, na rodada seguinte ao fato julgado, Felipe Melo perderá agora apenas a estreia de Mano Menezes pelo Palmeiras, neste sábado, contra o Goiás, no estádio Serra Dourada.

No último domingo, Felipe Melo pôde entrar em campo na derrota para o Flamengo, no Maracanã, graças a um efeito suspensivo.

Da Gazeta Esportiva