Família de Flávio Migliaccio vai processar RJ após policiais vazarem foto

O advogado Sylvio Guerra disse que familiares podem ser indenizados após julgamento da ação; artista foi encontrado morto na segunda (4)

Flávio morreu aos 85 anos – Reprodução/Instagram

A família de Flávio Migliaccio decidiu processar o Estado do Rio de Janeiro após dois policiais militares terem divulgado uma foto do ator, que foi encontrado morto no sítio dele em Rio Bonito.

Sylvio Guerra, advogado de Flávio há mais de 20 anos e amigo da família, foi quem confirmou a informação ao R7: “Estarei tomando medidas judiciais cabíveis”.

O advogado afirmou que a família de Flávio pode ser indenizada após julgamento da ação.

Na última segunda-feira (4), Flávio foi encontrado morto pelo caseiro, que deu a notícia para o filho do artista, Marcelo Migliaccio. Flávio tinha 85 anos e teria deixado uma carta de despedida para família.

Artistas, amigos e fãs lamentaram a morte do ator e prestaram as últimas homenagens para Flávio nas redes sociais.

Flávio teve uma carreira consagrada na dramaturgia, tanto na televisão, como no cinema. Grandes personagens marcaram a carreira do artista que ficou conhecido por interpretar Tio Maneco, do filme Aventuras com Tio Maneco e Maneco, Xerife, da novela O Primeiro Amor e do seriado infantil Shazan, e Seu Chalita, da série Tapas e Beijos. O último trabalho de Flávio na televisão foi na novela Órfãos da Terra, exibida em 2019.