Ewerton de Brito vai disputar presidência da 4ª Subseção com desafio de devolver protagonismo à OAB

Advogado foi o nome escolhido pela oposição à atual diretoria para disputar a presidência da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Dourados/Itaporã e conta com apoio de uma importante parte da jovem advocacia e de advogados mais experientes

Ewerton Araújo de Brito foi o escolhido pelo grupo de oposição à atual gestão para disputar a presidência da 4ª Subseção da OAB Dourados/Itaporã – Foto: Divulgação

O advogado e professor universitário Ewerton Araújo de Brito foi o nome escolhido pela oposição à atual diretoria para disputar a presidência da 4ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Dourados/Itaporã. O principal desafio de Ewerton de Brito, que ainda é pré-candidato, será devolver o protagonismo que a 4ª Subseção da OAB sempre teve no cenário local, regional e estadual, mas que acabou se perdendo desde que a atual diretoria decidiu aparelhar a entidade de classe dos advogados para servir aos interesses de grupos políticos.

Exemplo disso é que o atual presidente passou praticamente todo mandato nomeado na Prefeitura de Dourados como assessor especial da ex-prefeita e ao final do mandato dela, acabou nomeado no gabinete do deputado estadual Neno Razuk. Outro agravante é que boa parte da atual diretoria acabou levada para trabalhar na Prefeitura de Dourados, fazendo com que a OAB ficasse engessada na missão de denunciar desmandos e cobrar soluções para os problemas graves que atingiram o município.

Ao mesmo tempo em que estava aparelhada politicamente, a 4ª Subseção da OAB também pecou por omissão na defesa dos advogados de Dourados e Itaporã. Quase nenhuma conquista em favor da advocacia foi anunciada e os jovens advogados, que foram fundamentais na eleição da atual diretoria, acabaram abandonados nos últimos três anos. A defesa das prerrogativas perdeu o espaço que havia conquistado e poucas foram as Comissões da OAB que tiveram um papel de destaque perante a classe e a sociedade douradense.

A pré-candidatura de Ewerton Araújo de Brito conta com o apoio de nomes como os ex-presidentes da 4ª Subseção da OAB Dourados/Itaporã, Gervásio Scheidt, Ahamed Arfux e Fernando Duque Estrada. “A OAB precisa de um presidente que seja um advogado nato, vocacionado, com independência e autonomia frente aos demais Poderes, seja Judiciário, Legislativo ou Executivo, pois só assim a sociedade poderá se ver representada pela Instituição e, em especial, os advogados terão suas prerrogativas respeitadas”, defende Duque Estrada. “Por assim entender, na qualidade de ex-presidente, concedo e avalizo o meu apoio à pré-candidatura do advogado e professor de Direito Ewerton de Brito à presidência da 4ª Subseção da OAB/MS”, completa o ex-presidente.

A ex-vice-presidente Edna Bonelli também é uma entusiasta da pré-candidatura do advogado e professor. “Ewerton de Brito tem o meu apoio incondicional, tanto pela sua trajetória de vida pessoal, bem como e principalmente pela sua caminhada na OAB local, onde destemidamente e com muita competência, defendeu a classe quando necessário, e que certamente assim o fará como presidente da OABMS 4ª Subseção”, enfatiza Edna.

O ex-presidente da 4ª Subseção, Felipe Azuma, também hipoteca total apoio à pré-candidatura de Ewerton de Brito. “A Ordem precisa de pessoas que tenham coragem e independência para fazer os enfrentamentos necessários em prol dos interesses da advocacia e da sociedade, não podemos ter uma Ordem que tenha seus objetivos subjugados a outros interesses”, pondera Azuma. “Por isso, avalizo o nome do Ewerton de Brito para a presidência da 4ª Subseção da OAB/MS”, conclui o ex-presidente.

A jovem advogada Andreza Miranda Vieira, uma das representantes da nova advocacia em Dourados, apoia a pré-candidatura do professor Ewerton de Brito à presidência da 4ª Subseção. “A OAB precisa de um advogado atuante como o Brito, que seja referência na profissão, conheça as nossas lutas diárias e esteja disposto a lutar por nós advogados”, ressalta. “Exemplo de profissionalismo e caráter, dono de uma coragem e independência sem igual, ele tem tudo para resgatar o protagonismo da Ordem”, finaliza Andreza.

PERFIL

Ewerton Araújo de Brito foi Conselheiro na Gestão 2013/2015; presidente da Comissão da Moralidade e Defesa do Patrimônio Público na Gestão 2013/2015; presidente da Comissão de Prerrogativas na Gestão 2016/2018; candidato a vice-presidente da OAB-Dourados, na chapa encabeçada pela advogada Edna Bonelli, na eleição 2018.

Formado pela Unigran em 2006, concluiu a primeira pós-graduação em “Nova Visão do Direito Civil Aplicado ao Processo” no ano de 2009 e em 2014 concluiu o Mestrado em Direito Processual pela Universidade Paranaense (UNIPAR).

Advogado e professor, leciona no curso de Direito. Formou-se Oficial-do-Exército em 2001, sagrando-se 1º colocado no curso de formação de Oficiais, durante esta carreira recebeu diversas condecorações. Nas forças armadas atuou nas áreas de Defesa, Administração Pública no Âmbito do Exército, Licitações e Contratos, Auditoria, Direito Penal e Processual Militar.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.