Em evento nesta última segunda-feira (8), Romildo Bolzan Jr afirmou que até mesmo a torcida gremista já está acostumada com a ideia de vender o atacante

Eleito o Melhor Jogador da final da Copa América contra o Peru e ainda artilheiro da competição vencida pela nona vez pelo Brasil, Everton Cebolinha pode se tornar o maior negócio da história já feito pelo Grêmio se tratando de uma venda. Ao menos é o que espera o presidente do clube, Romildo Bolzan Jr, que deu declaração forte sobre o futuro do atacante, nesta última segunda-feira (8 de julho), em evento em Igrejinha, cidade que fica a 100 quilômetros de Porto Alegre.

“Meu desejo é que (Everton) fique. Mas eu nunca vivi um momento como esse. Porque a torcida do Grêmio já está acostumada com a ideia de vendê-lo. Sabe qual é o grande debate desse negócio? Quanto o Grêmio vai ganhar… Eu vou botar o dedo na moleira do comprador e vou fazer o maior negócio do Grêmio de todos os tempos”, afirmou o mandatário.

Apesar de ainda não ter recebido nenhuma proposta oficial pelo jogador, o Grêmio considera negociá-lo por valor abaixo dos 80 milhões de euros (R$ 341 milhões) referentes à sua multa rescisória.

Na atual temporada, Everton tem 24 partidas disputadas e 13 gols marcados, sendo três deles anotados na Copa América.

Do Fox Sports