EUA antecipam veto a estrangeiros que passaram pelo Brasil

A medida entrou em vigor já nesta terça-feira (26)

O governo norte-americano não revelou os motivos para a mudança – Foto: EPA

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira (25) que decidiu antecipar em dois dias a proibição da entrada no país de pessoas estrangeiras que tenham passado pelo Brasil nos 14 dias anteriores à viagem.

A medida da Casa Branca iria entrar em vigor a partir das 23h59 (horário dos EUA) desta quinta-feira (28). A partir de agora, a regra passará a valer neste mesmo horário na terça-feira (26).

O governo, no entanto, não revelou os motivos para a mudança. O veto só não atingirá pessoas que tenham residência permanente no país ou que sejam pais, irmãos ou cônjuges de norte-americanos.

O veto foi anunciado pelo governo local no último domingo (24). Na oportunidade, a secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, disse que o objetivo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é “proteger” o país.

O chefe de Estado norte-americano já havia proibido anteriormente viajantes com passagens por União Europeia, Reino Unido e China em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Com 374.898 infectados pela Covid-19, o Brasil continua sendo o segundo país do mundo com o maior número de casos da doença, atrás apenas dos Estados Unidos (mais de 1,6 milhão de casos), e o sexto em número de mortes – atrás dos EUA (98.034), do Reino Unido (36.996), da Itália (32.877), da França (28.460) e da Espanha (26.834).

Da AnsaFlash