Identificar sites falsos, links suspeitos e manter o computador protegido são algumas das dicas para não cair em armadilhas on-line

A internet revolucionou a forma de as pessoas se relacionarem e possibilitou diversas facilidades em nosso dia a dia. Por outro lado, o ambiente virtual acaba permitindo uma série de atividades ilícitas e práticas inadequadas. Sem perceber, o usuário pode navegar por páginas falsas e se expor a diferentes tipos de vírus e programas mal-intencionados, correndo o risco de sofrer ataque de hackers, ser vítima de fraudes eletrônicas, ter perdas financeiras, além de outros transtornos.

Como estar conectado faz parte do cotidiano de muita gente, André Ricardo Theodoro, coordenador do curso Técnico em Informática do Senac EAD, lista algumas dicas para você se proteger no ambiente virtual. Confira:

Cuidado com o phishing

Este é, atualmente, um dos métodos mais comuns de se capturar dados do internauta, pois o induz a clicar em links infectados por vírus. “Nunca abra anexos nem clique em links de e-mails duvidosos. Desconfie de mensagens que prometem prêmios fáceis ou que enviem fotos, cartões virtuais e solicitem preenchimento de formulários com seus dados. Na dúvida, entre em contato com o remetente antes de qualquer ação”, aconselha André.

Escolha bem suas senhas

Para acessar e-mails, redes sociais, bancos e sites de comércio eletrônico, nunca use datas, placas de carro ou qualquer outra combinação ligada a você que seja fácil de alguém deduzir. Segundo André, o ideal é usar senhas fortes, com letras maiúsculas e minúsculas, números e diferentes caracteres. Também é importante trocá-las periodicamente e nunca armazená-las no navegador.

Identifique sites mal-intencionados

Alguns sinais são: páginas que abrem diferentes pop-ups e forçam esses tipos de acesso, que seus endereços na barra de navegador não coincidem com o real endereço do site ou que exijam instalação de programas com extensões desconhecidas. A dica do coordenador do curso Técnico em Informática do Senac EAD é utilizar um bloqueador de pop-ups com o seu navegador e nunca instalar esses programas sugeridos.

Atenção nas compras e transações bancárias

Procure acessar lojas on-line de confiança, ou então, identifique o fornecedor. “Busque telefone e endereços físicos da loja para checar se de fato ela existe e exija nota fiscal dos produtos adquiridos. Também leia a política de privacidade do site para saber como o fornecedor cuidará do armazenamento e manipulação de seus dados”, acrescenta André. No caso de transações bancárias, a sugestão é ter ainda mais cuidado: “Certifique-se de que o site não é falso e não acesse seu banco em pontos de acesso de múltiplos usuários, como lanhouses”, alerta.

Cuidado nas redes sociais

Embora seja um ambiente de descontração, evite aceitar convites de pessoas que você não conhece e compartilhar informações que possam expor sua vida – tais como fotos, localizações e outros dados pessoais. “O ideal é permitir a visualização de suas postagens apenas para seus contatos, não para o público em geral. Também é mais seguro acessar seus perfis no modo anônimo dos navegadores quando estiver utilizando computadores de terceiros para evitar que alguém se aproprie de seu perfil”, recomenda o especialista.

Atenção no celular

Faça as transações por meio dos aplicativos originais e com certificado dos bancos, empresas e lojas das quais pretende realizar sua compra. Também é fundamental manter uma senha em seu aparelho para que, em caso de roubo, você não seja surpreendido por transações indevidas. O ideal, segundo André, é baixar aplicativos das lojas oficiais do sistema operacional que utiliza no dispositivo, além de evitar o uso de wi-fi público.

Proteja seu computador

A última dica é básica: mantenha seu computador com antivírus instalado e sempre atualizado, bem como os softwares e o firewall. Sempre utilize softwares legítimos e evite baixá-los de fontes desconhecidas. 

Sobre o Senac EAD

Com mais de 70 anos de atuação em educação profissional, o Senac foi pioneiro no ensino a distância no Brasil. A primeira experiência nesta modalidade se deu em 1947 com a Universidade do Ar, em parceria com o Sesc, que ministrava cursos por meio do rádio.

A partir de 2013, com o lançamento do portal Senac EAD, a instituição ampliou a sua atuação em todo o país. Hoje, oferece um amplo portfólio de cursos livres, técnicos, de graduação, pós-graduação e extensão a distância, atendendo todo o Brasil e apoiados por mais de 300 polos presenciais para avaliações de cursos de pós-graduação e mais de 260 para graduação.

Acesse a programação de cursos técnicos do Senac EAD e o portfólio completo de cursos a distância da instituição em www.ead.senac.br.

Serviço:

Técnico em Informática – Senac EAD
Carga horária: 1.200 horas (21 meses)