Flexibilização na oferta de cursos impulsionou o setor 

A Educação a Distância (EaD) permite que uma pessoa estude de qualquer lugar com acesso à internet, sem a necessidade de se deslocar a uma unidade presencial de ensino. Essa modalidade tem crescido no Brasil nos últimos anos. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), os cursos EaD atingiram um aumento de 18,6% no total de matrículas nas instituições de ensino superior.

O setor passou por recentes transformações no país. Em 2017, a legislação ficou mais flexível para quem deseja ofertar um curso superior à distância, o que fez o número de núcleos cadastrados aumentar em 85%. Agora, as instituições têm a oportunidade de criar mais polos de educação, locais onde os estudantes do Ensino à Distância podem ser atendidos. Para oferecer os cursos, no entanto, é necessário respeitar alguns critérios, como a existência de laboratórios e lugares para realização de provas presenciais.

A modalidade ganhou grande popularidade por possuir preços mais acessíveis do que os cursos tradicionais e pelo fato de poder ser realizada à distância. Hoje, ela é procurada por pessoas que, por algum motivo – seja por falta de tempo ou dificuldades de mobilidade –, não podem comparecer presencialmente a um polo de ensino.

Apesar de populares, os cursos à distância ainda despertam uma certa insegurança em alguns estudantes. Existem diversas subcategorias dentro da modalidade, como graduação, pós-graduação e cursos livres. Os dois primeiros precisam de autorização do Ministério da Educação para serem oferecidos, já os cursos livres podem ser ofertados por quaisquer instituições de ensino. Mesmo aqueles que não seguem as diretrizes do MEC por não serem classificados como cursos de nível superior possuem qualidade – mas claro, tudo vai depender da seriedade e credibilidade de quem oferece.

As aulas normalmente ocorrem em ambientes virtuais. Dependendo da plataforma, ainda há outras ferramentas, como chat em grupo, fóruns de discussão e espaço para tirar dúvidas com algum monitor. As provas podem ser realizadas por meio da internet ou no polo presencial da instituição de ensino. No segundo caso, o curso mescla a modalidade de Educação à Distância com o modo presencial.

Se você se interessou pela EaD, saiba que é necessário ser organizado e ter disciplina. Por mais que os cursos sejam mais flexíveis em relação a horário, não significa que você possa fazer todas as tarefas quando bem entender. Os professores estipulam prazos e as atividades também devem ser entregues até uma data específica, assim como nos cursos presenciais.