O presidente da AMB, Dr. Lincoln Ferreira, prestigiou o evento

Mesa de autoridades presentes no 14º Congresso da Associação Médica de Mato Grosso do Sul – Assessoria

Na noite do dia 14 de setembro, médicos e autoridades se reuniram para a cerimônia de encerramento do 14º Congresso da Associação Médica de Mato Grosso do Sul. O evento foi aberto com a apresentação da orquestra Revoada Pantaneira, que tocou músicas regionais.

A mesa de autoridades foi composta pela Dra. Maria José Martins Maldonado, presidente da AMMS- Associação Médica de Mato Grosso do Sul; Dr. Lincoln Ferreira, presidente da AMB- Associação Médica Brasileira; dos vereadores: Dr. Loester Nunes de Oliveira, Dr. Eduardo Cury; Dr, Wilson Samy e do Dr. Lívio Leite; e pelo Dr. Luiz Darci Gonçalves Siqueira, presidente da Sociedade Brasileira de Homeopatia.

Homenagens

Algumas homenagens foram feitas durante a cerimônia, como a de mérito vascular Dr. Hélio Martins Coelho, que foi criada pela regional sulmatogrossense da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular em reconhecimento àqueles que contribuíram para o engrandecimento da especialidade no MS.

O ex professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dr. Maldonat Azambuja Santos foi agraciado com essa honraria das mãos do Dr. Guilherme Maldonado Filho, presidente da regional MS da SBACV.

A presidente da AMMS também comemorou o jubileu de alguns profissionais e prestou homenagem a eles pelos anos de contribuição e dedicação ao trabalho, dentre eles: Dr. José Maria Nossa Ascenço; Dr. Sérgio Luiz Reis Furlani; Dr. Siro Sokio Furugem e Dr. Ruben Amnes Arândia.

Os vereados presentes no evento também entregaram uma placa da Câmara Municipal de Campo Grande ao presidente da AMB, Dr. Lincoln Ferreira que se declarou muito emocionado com a homenagem.

Logo após ele fez uma explanação a respeito de questões nacional do exercício da medicina. “Nos últimos anos mais de 200 escolas de medicina foram criadas no Brasil, isso é um grande risco para a população brasileira, tendo em vista a qualidade da formação desses profissionais, sem contar as investigações a respeito de validação de diplomas”, declarou o presidente.

Ele citou o andamento da Operação Policial Vagotomia e as providencias que a AMB está tomando com os órgãos responsáveis. “Esse é um problema de toda a sociedade, pois todos nós somos um paciente em potencial e podemos ser atendidos por médicos sem a formação adequada. Formar um bom médico é caro no mundo todo, mas formar um mau médico custo muito mais”, disse o Dr. Lincoln.

O presidente ainda apresentou a atuação da AMB em eventos nacionais e internacionais, além da articulação de uma Frente Parlamentar de Medicina em Brasília.

A cerimônia foi encerrada com as palavras da Dra. Maria José que falou com satisfação do 14º Congresso da AMMS. “Nos sentimos com o dever cumprido! Foram muitas horas de conhecimento com o objetivo de trazer Educação Continuada que é um dos pilares da nossa associação de classe. Saímos desse encontro mais seguros e confiantes para o exercício da nossa profissão, pois ocorreu muita troca de informação e experiência reforçando nossa bagagem de conhecimento nos tornando ainda mais aptos para exercermos aquilo que fazemos de melhor: a arte de curar”, declarou a presidente.

Por isso, todos os presentes se confraternizaram em um coquetel.