Ex-vice-presidente Emmerson Mnangagwa é novo presidente do Zimbábue - Foto de arquivo
Ex-vice-presidente Emmerson Mnangagwa é novo presidente do Zimbábue – Foto de arquivo

Ele substitui Robert Mugabe, que renunciou após 37 anos de poder

Em meio a uma multidão em um estádio de Harare, Emmerson Mnangagwa jurou como novo presidente do Zimbábue nesta sexta-feira (24). O ex-vice-líder do governo substitui assim Robert Mugabe, que renunciou após 37 anos no poder, e ficará no cargo até a realização de novas eleições. Conhecido como “crocodilo”, Mnangagwa voltou ao país após o anúncio da saída de Mugabe. Isso porque ele fugiu do país por “razões de segurança” assim que foi destituído do cargo pelo ditador, que o acusava de “traição”.

Por conta dessa movimentação do então presidente do país, as Forças Armadas deram uma espécie de “golpe de Estado”, colocando Mugabe em prisão domiciliar há cerca de duas semanas. O que os militares previam era que Mugabe estava fazendo essas alterações no governo, incluindo a demissão de mais de 100 funcionários públicos, para abrir caminho para um governo de sua esposa, Grace Mugabe.

No entanto, com a pressão militar e do próprio partido governista, a União Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF), o ditador fechou um acordo de imunidade total para ele e sua mulher e apresentou uma carta de renúncia.

Aos 93 anos, Mugabe era o mais velho chefe de Estado do mundo, tendo chegado ao poder em 1980, como primeiro-ministro, e depois como presidente.

Da AnsaFlash