Em encontro com ministro, Longen defende segurança jurídica para investimentos

Sérgio Longen e governador Reinaldo Azambuja com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque – Assessoria

Ao receber, nesta terça-feira, dia 27, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque para encontro no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o presidente da FIEMS, Sérgio Longen, apresentou as principais ações do Sistema Indústria com relação à pesquisa, inovação e consultorias em energias renováveis e eficiência energética. Longen destacou a necessidade de maior segurança jurídica para os investimentos realizados nessa área.

Segundo o presidente da FIEMS, a visita do ministro é motivo de orgulho. “Entendemos que suas palavras trazem segurança aos nossos associados e também a investidores em nível de Brasil. O Brasil avança e é muito importante que haja tranquilidade. O ministro mostrou de forma muito clara que vem trabalhando pela nossa principal demanda, que é a segurança jurídica para investimentos no setor energético”.

Ainda durante o encontro, Sérgio Longen entregou ao ministro Bento Albuquerque um manifesto com as parcerias desenvolvidas pela FIEMS com o Governo do Estado e, também, as principais ações do Sistema Indústria. Para o representante do Poder Executivo, os trabalhos desenvolvidos pelo governo federal buscam, justamente, essa segurança jurídica demandada no encontro no Edifício Casa da Indústria. “Mato Grosso do Sul é um Estado que tem se destacado no âmbito nacional por criar um ambiente de negócios favorável a investimentos, seja por intermédio de regulações realizadas pelo governo estadual como também alinhado às políticas públicas do Conselho Nacional de Política Energética”.

De acordo com Bento Albuquerque, o Estado é referência em energia renovável, como biomassa e solar e os trabalhos do Governo Federal buscam dar mais segurança jurídica com o marco regulatório. Já o governador Reinaldo Azambuja destacou a oportunidade da reunião para apresentar ao ministro as reivindicações do setor produtivo. “Discutimos o marco regulatório e o ministro Bento Albuquerque nos deu a previsibilidade da segurança que teremos energia disponível mesmo num momento extremamente tenso e, talvez, da maior estiagem dos últimos cem anos, o que prejudica a geração de energia por meio de hidrelétricas. Tenho certeza de que vamos conseguir avançar com uma política benéfica ao Brasil e sem custos para toda a sociedade”.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.