Com a assinatura de seus treinadores, rivais fazem 1 a 1 de muitas chances neste sábado

Foi um belo jogo de futebol. Em um clássico muito bem disputado, com muitas chances e as assinaturas dos dois treinadores, Santos e São Paulo empataram em 1 a 1 neste sábado, na Vila Belmiro. Sánchez, pelo Peixe, e Daniel Alves, pelos visitantes, marcaram. Com o resultado, mantém suas posições na tabela. Pior para o Tricolor, que perde a chance de encostar no Grêmio e se aproximar da vaga na fase de grupos da Libertadores.

O Peixe volta a campo no próximo sábado, diante do Cruzeiro, novamente na Vila Belmiro. No domingo, equipe da capital visita o Ceará, na Arena Castelão.

O duelo começou com o Peixe adiantando suas linhas e pressionando no campo de defesa do São Paulo – que utilizava Juanfran para escapar pela direita. Mas a fase ainda era de estudo quando, aos sete minutos, Arboleda, muito imprudente, entrou de carrinho em Evandro na grande área. Penalidade clara. Carlos Sánchez bateu cruzado, deslocando Volpi, e fez 1 a 0.

A placa já estava pronta
Com as duas equipes praticando um bom futebol, primando pelo jogo rasteiro desde as defesa, as melhores chances saíam em erros pontuais em saídas de bola. San e São tiveram oportunidades assim, e a melhor delas foi quando Volpi tocou mal e bola se ofereceu para no Sánchez no meio-campo. O meia arriscou de muito longe e, por centímetros, não fez um gol antológico na Vila Belmiro.

Santos desperdiça…
O duelo voltou animado do intervalo. Aos sete minutos, após bate e rebate na área, a bola sobrou limpa para Sasha só empurrar para o gol, mas o atacante parou na ótima recuperação de Volpi.

São Paulo aproveita!
Depois do susto, o São Paulo se achou em campo, e as chances perdidas fizeram falta ao Peixe. Aos nove, após contra-ataque bem desenhado, Vitor Bueno encontrou Daniel Alves livre na grande área, nas costas da zaga santista. O camisa 10 encheu o pé e deixou tudo igual no San-São. Não demorou, Pablo invadiu a área boa jogada individual e quase virou a partida.

Aberto até o fim
A partida definitivamente era bem jogada. Aos 24, Marinho – incômodo constante para a defesa Tricolor – recebeu de Evandro na área e finalizou para fora. O confronto seguiu muito aberto até o fim, e os três pontos ficaram para o expectador, que viram um excelente futebol neste sábado.

Ficha Técnica
Santos 1 x 1 São Paulo

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data-hora: 16/11/19, às 17h
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Quarto árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Observador de VAR: Jose Antônio Chaves Franco Filho (SP)
Gramado: Ótimo
Público e renda: 14.062 torcedores e R$ 602.192,50
Cartões amarelos: Felipe Jonatan (SAN); Bruno Alves, Vitor Bueno, Pablo (SAO)
Cartão vermelhos: não houve.

GOLS: Carlos Sánchez 7’2ºT (1-0), Daniel Alves 9’2ºT (1-1)

Santos
​Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Alison Jean Mota, 40’/2ºT), Carlos Sánchez e Evandro (Tailson, 21’/2ºT); Marinho, Felipe Jonatan (Diego Pituca, 12’/2ºT) e Eduardo Sasha Técnico: Jorge Sampaoli.

São Paulo
Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Liziero, intervalo), Tchê Tchê e Igor Gomes; Daniel Alves (Gabriel Sara, 44’/2ºT), Vitor Bueno e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

Do Lance!