Em assembleia, profissionais dos CEIMs decidem manter paralisação

Durante a assembleia, profissionais falaram sobre a falta de condições de trabalho - Foto: SIMTED
Durante a assembleia, profissionais falaram sobre a falta de condições de trabalho – Foto: SIMTED

Em assembleia dos Centros de Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Dourados (MS), realizada na manhã desta terça-feira (08) no SIMTED, professoras decidiram manter a greve parcial nas unidades do município.

Os CEIMs continuam sem pessoal de apoio suficiente para manter o cuidado necessário com as crianças em sala. Faltam estagiários para auxiliarem no atendimento à Educação Infantil no município.

Por segurança e para não colocar as crianças em risco, as professores estão reunindo pais e mães nos CEIMs e esclarecendo a falta de condições de trabalho.

Os familiares devem comparecer nas unidades e procurar as profissionais para conhecer a realidade da Educação Infantil e ter mais informações sobre o funcionamento das unidades.

Apesar da pressão por parte do governo, as docentes paralisaram parcialmente as atividades e estão convocando os conselhos de Centro e associações de pais para denunciar o risco que as crianças correm sem efetivo suficiente em sala, com superlotação e demais irregularidades.

Na manhã desta quarta-feira (09), as professoras entregarão uma denúncia sobre a situação dos CEIMs de Dourados ao Ministério Público Estadual.

Na tarde de quinta-feira (10), toda a Rede Municipal participa de uma assembleia geral no SIMTED, para discutir a negociação salarial e o indicativo de greve.