“Você tem sempre dois pensamentos. Um te aproxima da felicidade e o outro te afasta. Quem vence o jogo? Aquele que você alimentar mais.” 

  • Por Gilclér Regina

Pense comigo. Você tem um salário e deste mensalmente você consegue guardar ou ter uma diferença de seus gastos normais na ordem de 30%.

Portanto, 30% do seu salário você pode investir, guardar na poupança para uma construção ou mesmo gastar comprando roupas, indo a restaurantes, programando viagens, etc…

Porém você anda ouvindo por aí que o país está em crise, e conforme for o resultado das eleições, dois caminhos serão distintos, ou vai melhorar ou vai piorar. Algumas notícias colocam que após as eleições a recessão vem com toda força isso se não virarmos uma Venezuela antes, o que seria catastrófico;

O que você faz? Troca de carro? Reforma sua casa? Reforma seu guarda-roupa? Programa sua viagem de férias? Absolutamente não! Você fica letárgico, parado igual um poste.

Neste momento você guarda o dinheiro na poupança, na aplicação financeira para esperar por dias piores e ter sua reserva técnica.

Não estou dizendo aqui que “guardar” é ruim. Claro que é bom. A cultura da poupança é imprescindível para o seu crescimento e do país também. O Japão é o maior exemplo de poupança no mundo.

Mas essa expectativa por dias piores, cada um administrando o seu ganho, juntando-se as ações de outras pessoas, cada qual falando da crise que vem aí se ganhar fulano ou ciclano faz com que você seja um agente multiplicador deste pensamento, um dos responsáveis (com sua cota) para a imediata instalação da crise na economia.

A expectativa da crise é pior que a própria crise, pois fabrica ela. Quem cria uma crise normalmente é o governo, mas o povo tem uma mania de aumentar a conversa no boteco e nas esquinas.

Falando como profissional de empresas, a crise também é fabricada pela soberba de algumas empresas, do mau atendimento, da zona de conforto provocada por resultados anteriores muito bons e que por isto menosprezam o mercado de agora fazendo com que as coisas fiquem mais difíceis e não sabem o que fazer nem para onde ir.

E você? Está preparando sua equipe? Está preparando seu trabalho para fazer mais e melhor?  Está reafirmando a cultura da crise ou está trabalhando outras oportunidades? Será que você percebe que estas oportunidades entram em silêncio pelo quintal, pela porta dos fundos? Você está preparado?

Lembre-se, não existe mercado parado. Existe gente parada. Lembre-se também, seja em momentos bons ou difíceis, pessoas e empresas ganharam e quebraram nos dois momentos.

Então, não importa se teremos uma crise maior ou não, que cada um faça a sua parte e contribua para sua vida que assim estará contribuindo para o Brasil. E vote com consciência, porque de roubo e corrupção, a água já subiu e não dá para respirar. É hora de ladrão ir de verdade para a cadeia.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

  • Gilclér Regina é Escritor e Palestrante Profissional

Uma pessoa simples que se transformou num dos mais reconhecidos Conferencistas do país, com atuações também no exterior.

(PALESTRAS): www.gilclerregina.com.br/contato