O Governo do Estado de MS contribui com a geração de trabalho e renda, para isso possui um setor específico que promove várias atividades na economia solidária, por meio da Coordenadoria de Trabalho e Renda da Fundação do Trabalho de MS (Funtrab).

A economia solidária é um movimento social organizado, com produções dentro do conjunto de atividades econômicas, para fomentar e gerar renda, que possui um modelo adotado de autogestão, com produção, compra, venda, troca e consumo.

Na atual gestão do Governo do Estado são realizadas várias ações dentro desse movimento, tais como: feiras de artesanato e de produtos orgânicos, manutenção da Loja Central da Economia Solidária e a execução do projeto “MS Solidário”.

A coordenadora de trabalho e renda da Funtrab, Sandy Fontana ressalta que o governo prioriza esse segmento, e os projetos da Fundação envolve empreendimentos em vários municípios do MS. “Nas oficinas realizadas identificamos vários casos de sucesso, em Mundo Novo há um belo trabalho com o couro do peixe, com a produção de bolsas, carteiras e outros produtos, destaque também para o artesanato indígena, pintura em tecido, crochê, costura, são inúmeros trabalhos que geram renda e fomentam a economia no Estado”, declarou Fontana.

De 2016 a 2017 o Projeto “MS Solidário”, executou 12 seminários de sensibilização e mobilização, com 50 participantes em cada seminário, totalizado em 439 beneficiados, nos seguintes municípios: Antônio João, Bataguassu, Batayporã, Coronel Sapucaí, Douradina, Eldorado, Itaquiraí, Itaporã, Japorã, Mundo Novo, Paranhos e Taquarussu.

Também foram realizadas cinco oficinas de formação de formadores, com a duração de dois dias e para um público de 25 pessoas por oficina, nos seguintes municípios: Jardim, Mundo Novo, Japorã, Itaporã e Douradina.

Além dessas ações a Funtrab realizará oficinas de designer, em três feiras regionais nos municípios de Dourados, Ivinhema e Corumbá, e uma feira estadual de economia solidária em Campo Grande.