Durante sessão, Associação de Combate ao Câncer exalta conquistas no combate à doença em Dourados

Izomar Galeano explanou sobre o trabalho da ACCGD - Foto: Thiago Morais
Izomar Galeano explanou sobre o trabalho da ACCGD – Foto: Thiago Morais

Durante a sessão ordinária desta segunda-feira (31), na Câmara de Dourados, ao usar a Tribuna Livre o diretor consultivo da ACCGD (Associação de Combate ao Câncer da Grande Dourados), Izomar Galeano, explanou sobre as conquistas e lutas que a associação tem passado ao longo dos anos. O representante ainda exaltou o empenho da população em ajudar o Hospital do Câncer.

Izomar apontou que a ACCGD é uma entidade civil sem fins lucrativos, criada em maio de 2005, e que atende 35 municípios da Grande Dourados. Durante sua criação, foram investidos quase R$ 6 milhões no Hospital do Câncer, localizado ao lado do Hospital Evangélico, sendo que deste valor, R$ 835 mil foram por parte do Governo do Estado, de acordo com o diretor consultivo.

Sobre a estrutura, ele afirmou que o prédio do hospital possui 32 cadeiras para quimioterapia, quatro quartos com ar condicionado, elevador com capacidade para 15 pessoas, salas para fisioterapia, cinco salas de consultório, entre outros itens distribuídos pelo local.

A vereadora e presidente da Casa de Leis, Daniela Hall (PSD), parabenizou o trabalho que a associação vem desenvolvendo. Ela se lembrou do sofrimento que passou quando seu irmão descobriu a doença. “Nós sofremos muito, por isso transporto este sofrimento para hoje, para as pessoas que passam pelo mesma situação”, comentou.

Projetos

Em primeiro discussão e votação, foi aprovado o Projeto de Lei nº 068/2017, de autoria do vereador Sérgio Nogueira (PSDB), que inclui a Feira de Noivas Dourados no calendário de eventos do município, sendo realizado anualmente no mês de junho.

Já em segunda discussão e votação, o Projeto de Lei nº 069/2017, também do vereador Sérgio Nogueira, que institui o dia 31 de outubro como o “Dia da Reforma Protestante”. O item foi aprovado por unanimidade dos presentes.

Da vereadora Daniela Hall (PSD), o Projeto de Lei nº 073/2017 institui a campanha “Agosto Lilás” e o “Programa Maria da Penha vai à escola”, com o intuito de sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha.