Doze projetos são selecionados para a terceira edição do “Talento Profissional Senac MS”

Doze projetos de quatro unidades do Senac em Mato Grosso do Sul foram selecionados como finalistas da terceira edição do “Talento Profissional Senac MS”. O programa premia projetos inovadores, que criam ações de intervenção real na sociedade e/ou no mundo do trabalho.

Pelo Senac Campo Grande, concorrem os projetos Consulta Fácil, dos alunos Filipe Kenzo e Yamasaki Sawamura; Esclerose Lateral Amiotrófica e Uma Forma de Comunicação, dos alunos Laudicéia Pereira Fernandes, Fernanda Souza e Wendel Tavares; APP City Tour, da aluna Amanda do Nascimento Rodrigues; e o projeto Um Dedinho de Prosa, dos alunas Acácia Garcia Marques, Márcia Adriana almeida Cardoso e Ana Cláudia Nunes de Lima.

Pelo Senac Dourados, são três projetos: Reaproveitamento de Frascos Coletores Utilizados Nos Laboratórios De Análises Clínicas, dos alunos Renan Eiji e Izida Shinohara; Uso de Sensores na Prevenção de Quedas no Leito Hospitalar, dos alunos Fernando Domingos Dias de Oliveira, Bruna Bezerra de Souza e Fernanda de Freitas Souza, e Caderneta de Vacinação Unificada On line, dos alunos Leonildo Nascimento Silva, Marilda Pinheiro Rocha e Rute Daniel e Savila.

De Três Lagoas, também concorrem três projetos: Ferramenta Alerta de Vacinas, dos alunos Clayton Saboia e Brenda Eduardo da Silva; Pulseira Memória Ativa do Idoso dos alunos Antônio Júnior, Dyonatan Ramos e Janaina Duarte, e Simuladores de Saúde – Construindo e Reciclando Conhecimento, da aluna Márcia Romanini.

Pelo Senac Zahran são dois projetos: Gestão de Logística e Marketing para Pequeno Comércio Varejista, dos alunos Wellington Barros da Silva, Daniel Alexandre Batistote Goes de Souza e Paulo Sousa Albuquerque, e Secretária Virtual MS, das alunas Luana Palermo Rios e Fabiana Fonseca Azuaga.

Participam da seleção alunos matriculados até o penúltimo semestre dos cursos de Habilitação Técnica de Nível Médio, oferecidos pelo Senac. O foco do programa é estimular a pesquisa, a interação com a comunidade, com o ambiente real de trabalho, reconhecendo o trabalho dos alunos que desenvolveram produtos que agregaram valor e contribuíram com a sociedade.

Os vencedores serão premiados com R$ 1,5 mil cada, nas etapas locais. Já o projeto escolhido na etapa estadual recebe o valor de R$ 5 mil e o segundo colocado, R$ 2 mil. Os vencedores das etapas locais serão conhecidos no mês de julho e da etapa estadual em outubro.