Home Cultura Dourados lembra dia de combate ao trabalho infantil com palestra

Dourados lembra dia de combate ao trabalho infantil com palestra

Prefeita Délia Razuk quer intensificar ações para reduzir casos de trabalho infantil – Foto: A. Frota

Por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social a Prefeitura de Dourados lembrou na ultima sexta-feira, o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado no dia 12 de junho, com uma palestra.

O evento aconteceu no Cras (Centro de Referência em Assistência Social) do Jardim Água Boa, onde a procuradora do MPT (Ministério Público do Trabalho), Candice Gabriela Arosio, da Coordenadoria Regional de Combate à Exploração do Trabalho Infantil abordou as piores formas do trabalho infantil.

Em sua palestra, a procuradora disse que o trabalho infantil infelizmente é um a realidade e precisa ser combatido. Para ela é uma discussão muito importante porque ao invés do trabalho a criança deveria estar na escola, participando de projetos que irão lhe proporcionar melhor qualidade de vida e maiores oportunidades no futuro.

A secretaria Ledi Ferla, que está à frente da Assistência Social em Dourados, lembrou que essa é uma área em que a prefeita Délia Razuk tem cobrado bastante atenção, principalmente através da execução de ações que possam pelo menos minimizar esse quadro.

A prefeitura mantém também o CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) que atende denúncias de violação dos direitos de crianças que se encontram em situação de trabalho infantil.

Na manhã desta segunda-feira (12) a prefeita recebeu a secretária Ledi Ferla e sua equipe, quando reafirmou o seu propósito de intensificar cada vez mais os projetos em prol dessa causa.

Data

O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil foi criado por iniciativa da Organização Internacional do Trabalho, vinculada à ONU (Organização das Nações Unidas), em 2002. O objetivo principal da data é promover o alerta sobre essa questão, porque hoje são milhões de crianças trabalhando, e impedidas de usufruir plenamente seus direitos.

Sair da versão mobile